A Experiência dos Jazz Clubs de Nova York em Porto Alegre

Inovação e requinte são marcas da música de Ari Hoenig, um dos bateristas mais reconhecidos na cena contemporânea do jazz em Nova York. A distinção pela qualidade também é uma aposta do novo espaço cultural da capital gaúcha. O Clube de Música Tamborim, vinculado à Tamborim Escola de Bateria e ao estúdio Tec Áudio, promove a masterclass internacional com o instrumentista no dia 03 de agosto, sexta-feira, às 19h30min.

O espaço que nasce faz parte da insistente cena de música instrumental de Porto Alegre. E vem amparado por membros da longa tradição de notáveis bateristas criados por aqui. O primeiro evento organizado pelo Clube de Música Tamborim reflete justamente a necessidade de um ambiente para reunir quem se interessa pelo instrumento.

A masterclass é destinada a estudantes de bateria, bateristas profissionais e à comunidade musical em geral. Para quem é amante do jazz, o ritmo de Ari Hoenig é a garantia de uma experiência única de musicalidade. Mas atenção: as vagas são limitadas! Ingressos antecipados, a R$100, estão disponíveis a partir do dia 05 de julho na sede do Tamborim.

O encontro com Ari Hoenig tem apoio do Hotel Everest. O Clube de Música Tamborim fica na Travessa Azevedo, 79, bairro Floresta. O contato é pelo telefone (51)3372.0705 ou pelo e-mail [email protected]

Ari Hoenig: uma carreira em ascensão

Da Filadélfia para o Brooklin, o talento do baterista norte-americano tem se destacado desde a década de 90. Ari Hoenig traz no currículo performances ao lado de grandes nomes da música instrumental, como Jean Michel Pilc, Chris Potter, Mike Stern, Richard Bona e Joshua Redman. O trabalho extensivo com uma variedade de artistas levou ao sucesso também na carreira solo.

“Time Travels” (2000) e “The light of a Day” (2002) são dois álbuns que exploram as possibilidades melódicas da bateria. Apresentações regulares no jazz club nova-iorquino Fat Cat levaram à formação do The Ari Hoenig Quartet, no final de 2002. O grupo formado com Jacques Schwarz-Bart (sax tenor), Jean Michel Pilc (piano) e Matt Penman (baixo) lançou deu origem a duas obras pelo selo Smalls Records – iniciativa de outro lendário bar de Manhattan: o disco The Painter (2004) and o dvd Kinetic Hues (2005).

Em 2006, Ari Hoenig assinou contrato com a Dreyfus Records e lançou o álbum “Inversations”, acompanhado mais uma vez do pianista Jean Michel Pilc e agora com o baixista Johannes Weidenmueller. O segundo disco pelo selo, “Bert’s Playground” (2008), apresenta a Ari’s Punk Bop Band, com o saxofonista Chris Potter. A banda gravou, em 2009, o disco ao vivo “Punk Bop Live at Smalls”, parte de um projeto criado pelo bar onde Hoenig toca desde 2003.

No ano passado, o quarteto liderado pelo baterista lançou o disco “Lines of Oppression”, pelo selo Naïve. O trabalho autoral desenvolvido com três bandas é complementado pelo ensino do instrumento. Ari Hoenig é professor da New York University e da New School for Social Research in New York e também ministra aulas particulares.

Clube de Música Tamborim

Inaugurada no início de 2012, a Tamborim Escola de Bateria une o talento e a experiência dos bateristas Luke Faro, Marquinhos Fê e Vaney Bertotto. O empreendimento conta ainda com a tradição da Tec Áudio, um dos melhores estúdios de gravação de Porto Alegre. A divisão do ambiente físico, na Travessa Azevedo, levou à criação de um novo espaço cultural, dedicado à organização de boas experiências musicais.

Sobre Rock Gaúcho 13796 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!