Andaluz lança single e session gravada sob o céu frio de SP

Trecho da session "Sob o Céu Todo Estrelado", da Andaluz (Divulgação)

Em uma noite fria de inverno, em julho de 2020, dois rapazes saíram de suas casas, para fazer música. Máscaras no rosto, álcool em gel preparado, e seus instrumentos nas costas. Seguiram para registrar um improviso no LAJE SP, e assim nasceu o single “Sob o Céu Todo Estrelado”, da Andaluz. O título inspirado em poema de mesmo nome de Manuel Bandeira, também lembra a noite daquele dia invernal de julho, em meio ao caos, em que um céu estrelado aparecia na maior cidade do continente.

O single é lançado simultaneamente com a session Alcalina Apresenta, promovida pelo selo Alcalina Records. A Andaluz é uma banda que também traz nas influências a cultura do sample, beat, boombap, entre outros. A música precede o disco de estreia da Andaluz, “Casa Suspensa”, com previsão de lançamento para 2021. Também farão parte do álbum os singles já lançados “Tal Qual” e “Chás e Especiarias”, que levaram o duo formado por Agê (Fluhe, Neptunea) e Eduardo Arrj (Vuase, Fluhe, Neptunea), a tocar na Casa do Mancha, Fauhaus e Laje SP.

“O minimalismo é uma constante da Andaluz, principalmente quando tocamos em formato duo. Dentro dessa linguagem, presto reverência à música brasileira e latino-americana, nos dedilhados e levadas da guitarra onde mesclo alguns elementos de ambas as sonoridades. O triângulo e a cuíca também reforçam essa identidade e casam bem demais com o beat 90s que o Edu loopa na sessão junto com outros efeitos e ambiências do controlador. Se deixasse, a gente continuaria ali tocando a noite toda sob o céu todo estrelado do inverno de São Paulo.”, poetisa Agê.

A canção “Sob o Céu Todo Estrelado” foi sendo lapidada durante ensaios e apresentações ao vivo. Em alguns shows, antes da pandemia, a faixa encerrava o set da Andaluz, provocando no público um sentimento de expansão.

“Tenho ficado isolado durante toda a pandemia e, na medida do possível, produzindo em casa. É o que tem me aliviado um pouco da tensão deste momento sombrio.Durante o improviso, chegamos nessa releitura de “Sob O Céu Todo Estrelado”, um som que fizemos em 2018. Reproduzimos no formato guitarra e beat uma faixa que originalmente conta com violão, baixo, coro, percussão, sopro e bateria. Para os próximos lançamentos, MCs e DJs são bem-vindes para participações”, finaliza Eduardo Arrj.

A session Alcalina Apresenta Andaluz foi gravada no Laje SP, espaço artístico-cultural, dirigido por DW Ribatski (Bumbo Caixa). A gravação só aconteceu graças à generosidade de Raquel Diógenes, artista residente na Laje, que emprestou câmera e tripé para a Andaluz. A filmagem, cenário, fotos e capa foram feitos pela Andaluz. E a captação de som, mixagem e edição são de Eduardo Arrj.

O single “Sob o Céu Todo Estrelado” sucede as músicas “Chás e Especiarias” e “Tal Qual”, que farão parte do disco de estreia.

Assista a session de “Sob o Céu Todo Estrelado”:

Alcalina Apresenta: ANDALUZ - Sob o Céu Todo Estrelado (Session)

Ouça “Sob o Céu Todo Estrelado”: https://tratore.ffm.to/soboceutodoestrelado

por OrBe Comunicação

Sobre Rock Gaúcho 2967 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.