Andaluz lança single inspirado em poema de Drummond

Andaluz lança single / Luiz Méles

“…e tudo que define o ser terrestre
ou se prolonga até nos animais
e chega às plantas para se embeber

no sono rancoroso dos minérios,
dá volta ao mundo e torna a se engolfar,
na estranha ordem geométrica de tudo…”

A Máquina do Mundo – Carlos Drummond de Andrade

O piano e o violão caminham juntos, como se andassem de mãos dadas. O single “Na Estranha Ordem Geométrica de Tudo”, da Andaluz, traz essa aproximação musical da bossa nova e do trip hop. Esta é a quarta música de trabalho da banda, que introduz ao público o que se pode esperar do álbum de estreia, “Casa Suspensa”, com previsão de lançamento para 2021. O lançamento é da Alcalina Records (São Paulo).

“As percussões, o violão de nylon e as linhas de guitarra convergem para a criação de uma atmosfera de calmaria. As pausas e timbragens reafirmam essa paisagem sonora de tranquilidade desperta. Serena, mas alerta. Ágil como o poema “A Máquina do Mundo”, de Drummond, que inspirou o nome dessa música.”, define Agê (guitarra e flauta).

Ao conversar com sonoridades como o trip hop, a ambient music, o neo soul, chill out e brasilidade, a música evoca criatividade. O processo de gravação foi longo, preparando a entrada de cada instrumento, que por sua vez foram gravados em estúdios diferentes. De acordo com os músicos, a preparação deu “a segurança de dizer que essa música tinha uma forma definida para ser registrada.”.

“‘Na Estranha Ordem Geométrica de Tudo’ é um som que não tem pressa. A inspiração está na paisagem sonora em movimento que se estende por toda a nuance instrumental e a reflexão que o nome propõe. Faz um tempão que não vejo meus amigos e retomar um pouco dessa rotina – mesmo à distância – de compartilhar o resultado de uma produção independente me deixa bem feliz.”, anima-se Eduardo Arrj (baixo, teclado e sintetizador)

A faixa contou com a participação de Chico Leibholz, da Fluhe, na bateria; e Bruno Furtado, da Orquestra Joia Rara e o Regional Cabuquinho, nas percussões. Ambos destacam que a participação de Agê e Eduardo durante as gravações, criando junto dos músicos e incentivando o improviso foi essencial para o resultado.

“O projeto Andaluz tem um estilo bem diferente do que tenho tocado, por isso para as gravações tudo teve que ser criado na hora. Com os dois sempre presentes não foi difícil chegar nessas levadas bem bacanas que hoje utilizo também em outros trabalhos.”, define Bruno Furtado.

E ganha complemento de Chico Leibholz:

“Foi a primeira vez que limaram algumas peças do meu set de bateria e eu tive que lidar com isso ali, com a sessão aberta e meio sem tempo hábil de me programar (risos. E tudo que foi criado ali teve uma baita direção artística do Agê e do Eduardo. Eles sabiam exatamente o que (e como) extrair a sonoridade da banda.” elogia.

O single “Na Estranha Ordem Geométrica de Tudo” sucede as músicas “Sob o Céu Todo Estrelado”, “Chás e Especiarias” e “Tal Qual”, que farão parte do disco de estreia. A mixagem e masterização foi de Eduardo Arrj.

Ouça: https://soundcloud.com/alcalinarecords/andaluz-na-estranha-ordem-geometrica-de-tudo/s-V9Lby7DsRyv

Siga Andaluz

Instagram: https://www.instagram.com/andaluz.duo/
Facebook: https://www.facebook.com/andaluz.duo

Siga Alcalina Records

Instagram: https://www.instagram.com/alcalinarecords/
Facebook: https://www.facebook.com/SeloAlcalina/
Site oficial: http://alcalinarecords.com/andaluz

por OrBe Comunicação

Sobre Rock Gaúcho 3011 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.