Anderson Santarem

Em todo este vasto cenário do Blues de varias caras e transformações em meio de texanos e afiliados seria inevitável e devemos salientar os arranjos e solos deste músico experiente. Anderson Santarem, nascido  aqui na capital do estado RS em 78, um Geminiano de alta criatividade musical trazida de berço. De uma terceira geração de músicos da família foi ter um contato definitivo com o violão aos 7 anos e se identificando muito com rock ‘n’ roll,  heavy metal  e progressivo como  AC/DC, Creedence,  Motley Crue, ZZ Top, Iron Maiden, Mr. Big, Hellowen, Ozzy Osborne, Rata Blanca, Megadeth, Led Zeppelin e os nacionais Tim Maia, Elis Regina, Gal costa, Ultraje a Rigor e Secos & molhados dentre outros. Com festivais,  apresentações e acompanhamentos iniciou seus trabalhos, também como compositor, em meados dos anos 90 com influências de Carlos Santana, Jimmy Page, Zakk Wylde, Paul Gilbert, Slash, Angus Young, Gary More, Walter Giardino, Jimy Hendrix. Este Bluseiro de um feeling notório do estilo Delta mississippi Tennessee com uma Les Paul e seus Humbucker’s torna uma fusão perfeita que toca certamente aos ouvidos exigentes e amantes do gênero que adicionada a sua voz timbrada resulta em um espetáculo completo. Participou e formou algumas bandas dentre elas a Orion Blue Band formada já por volta de 1995 e já divulgando também composições próprias nos bares noturnos e casas de shows como Araújo Vianna, Abbey Road, Cult Bar, Entreato, Quebra Tudo (eventos patrocinados) e por aí vai, dividindo Jeam session com colegas do blues  aqui na capital como Vinícios Silveira, André Serrano (Andy Boy), Solon Fishbone, Fernando Noronha e também no interior do RS girando entre Estrela, lajeado, Santa cruz assim como no litoral norte por Torres, Capão, Tramandaí, Imbé e também SC com Praia do Rosa, Guarda do Embaú, Ferrugem enfim como o prório já dizia onde encontrar uma tomada (risos).  Santarem ou Cowboy como também é chamado, divulga song’s próprios como Sobre Trilhos Sou pra voçê Vida Blues Convicção tocados em radios como Ipanema, Unissinos e redes de TV como TVcom, TVE no programa Radar, TVUlbra, tocando também covers de lendários como Muddy Watters, John Lee Hooker, Hound Dog Taylor, B.B. King, Willie Dixon, Little Walter, John Lee H., Lowel Fulson sempre acompanhados de diversos ritman blues na manga com um toque rústico de suas versões originais. Todas as músicas são uma surpresa. E entre as nacionais podemos citar algumas releituras do Raul Seixas, Ed motta, Tim Maia, lembrando todas as influências de cada gênero e muito afinado as  suas interpretações que são cartas marcadas  em seus shows. //… Hoje, o Bluesmam mostra um trabalho acústico de Blues in Soul  com  clássicos internacionais que abrangem não só o blues de Howlin Wolf, Robert J. ou Sony Boy W., Sonny Terry, Sam Lightnin Hopkins mas, seus derivados Creedence, Led Zeppelin, Ben Harper, Pink Floyd dentre outros. E também as nacionais Secos e molhados, Ney Lisboa.. UfaH! para falar melhor Só conferindo!! … Roda pra frente .

Contato:
E-Mail: [email protected]
Facebook: http://www.facebook.com/santarem.anderson
YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=UEKjDQOFtSQ