Annika Chambers retorna a Porto Alegre acompanhada de Igor Prado Band e Luciano Leães

Depois de levantar o Sgt. Peppers em novembro do ano passado, a norte-americana Annika Chambers volta à Capital para mais uma apresentação em solo gaúcho. Acompanhada de Igor Prado Band (SP) e Luciano Leães (RS), a cantora mostra sua bela voz novamente no Sgt. Peppers, no dia 9/3, às 21h. Recentemente, Annika foi indicada ao Blues Music Awards 2017, a mais tradicional premiação de blues existente.

O projeto Clube do Blues foi idealizado pelo pianista Luciano Leães, e tem como objetivo reinserir Porto Alegre na rota musical nacional e internacional. Os sócios do Clube puderam garantir seu ingresso para o evento com desconto na pré-venda. Para ser um membro, basta fazer o cadastro em https://www.lucianoleaes.com/clube-do-blues.

::: SERVIÇO
O QUE: Annika Chambers, Igor Prado Band e Luciano Leães
ONDE: Sgt. Peppers (Quintino Bocaiúva, 256)
QUANDO: 9/3, 21h

INGRESSOS:
– Antecipado « R$50 (https://www.sympla.com.br/annika-chambers-igor-prado-band-e-luciano-leaes__116481)
– Na hora « R$60

SOBRE ANNIKA CHAMBERS

Atual e com seu trabalho autoral, Annika Chambers é uma artista que está criando e construindo o futuro do blues. Com seu vozeirão, ela revive grandes momentos da música, mesclando em seu repertório músicas próprias e também de grandes nomes do soul e do blues.

Cantar sempre foi um de seus sonhos criança, mas, antes de de mais nada, realizou o sonho de defender seu país alistada como assistente de recursos humanos no exército norte-americano. No Kosovo, Annika chamou a atenção de um dos sargentos ao participar de uma competição de talentos gospel. Foi então que ela foi apresentada ao blues e decidiu que levaria sua voz para os palcos do mundo todo, tendo como referência Aretha Franklin, Etta James, Koko Taylor e Ray Charles.

Em 2012, foi revelada como expoente da soul music americana ao participar da International Blues Competition. Ao lado de integrantes da banda de Taj Mahal, Annika gravou seu primeiro álbum, o Making My Mark.

SOBRE IGOR PRADO

Way Down South, disco de Igor Prado Band, atingiu o primeiro lugar nas paradas de rádios norte-americanas no ano de 2015, de acordo com a medição da Living Blues Chart. De muito trabalho, veio o reconhecimento. A banda, liderada pelo guitarrista e cantor Igor Prado, foi a primeira banda sul-americana a concorrer ao Blues Music Awards, em abril deste ano, principal premiação deste gênero musical dos EUA.

Igor Prado tem em sua bagagem diversas excursões com renomados artistas americanos como Steve Guyger, R.J Mischo, Mark Hummel, Rick Estrin (Little Charlie & Nightcats), Lynwood Slim, J.J Jackson, James Wheeler, Phil Guy (irmão do lendário Buddy Guy), Mud Morganfield (Filho do lendário Muddy Waters), Bob Stroger (baixista da banda de Muddy Waters), Omar Coleman, Curtis Salgado, Sugaray Rayford, Tia Carroll, Junior Watson, Sax Gordon entre outros.

Em 2007 conseguiu um feito inédito para um artista brasileiro, foi indicado pela revista canadense “Real Blues” e pela britânica “Blues Matters” na lista dos melhores álbuns de 2007 junto com diversos artistas consagrados do cenário norte-americano sendo o único sul-americano nessa lista.

Em 2009/10 participaram de um dos maiores festivais do genêro nos EUA, o Doheny Blues Festival ao lado de artistas como The Black Crows, Crosby, Still & Nash, Kim Wilson, Robert Cray, Taj Mahal entre outros.

Em 2010 em parceria com o cantor e gaitista californiano Lynwood Slim assinaram com o maior selo de blues dos EUA, a Delta Groove, o álbum entitulado “Brazilian Kicks”.

Em dezembro de 2010 se tornam a única banda sul-americana da história a figurar pelo TOP 10 (Álbuns mais executados nos EUA – Living Blues Chart) na posição 2 junto com artistas como Buddy Guy (1), Junior Wells, Robert Cray entre outros.

Em 2012 lançaram o projeto “Blues & Soul Sessions – CD&DVD” com participações de grandes artistas internacionais como o premiado, Curtis Salgado (Rober Cray & Carlos Santana), J.J Jackson, Tia Carroll, Sax Gordon, Greg Wilson, Donny Nichilo entre outros.

Blues & Soul Sessions foi nomeado como o melhor álbum de 2012 nos EUA pelo site “Blues Junction” e selecionados na coluna “Bravo!” da revista americana Blues Revue ao lado de artistas como Ben Harper, Charlie Musselwhite & Gary Clark Jr.

Atualmente é a banda sul-americana mais ativa no cenário internacional excursionando pelo mundo afora participando de grandes festivais tendo passado por países como Argentina, Áustria, Bélgica, Chile, Dinamarca, Paraguai, México, Espanha, Itália, França, Alemanha, Noruega, Suíça, Luxemburgo e Estados Unidos.

Entre os grandes festivais que já se apresentaram segue em destaque:

– Doheny Blues Festival – USA – (Considerado um dos maiores nos EUA)
– Simi Valley Cajun Creole Festival – USA
– European Blues Cruise Festival – Noruega
– Lucerne Blues Festival – Suíça
– Porretta Soul Festival – Itália
– Eutin Blues Festival – Alemanha
– Marco Fiume Blues Passion – Itália
– Blues in Villa – Itália
– Hildesheim Jazz Festival – Alemanha
– Rock n River Blues Festival – Espanha
– Palma Blues Festival – Palma de Mallorca – ES
– Vache de Blues – França
– Baia Domizia Blues Festival – Itália
– Banana Peel Blues Nights – Bélgica
– San Severino Festival – Itália

SOBRE LUCIANO LEÃES

Considerado um dos principais pianistas de blues do país, Leães incorpora em sua mu&769;sica elementos do soul, do funk e do R&B. Tem como influência pianistas de New Orleans – Dr. John, James Booker e Professor Longhair -, Billy Preston, Ray Charles, Leon Russel e Otis Spann.

Em abril deste ano, Luciano Lea&771;es foi convidado para tocar na cerimo&770;nia de introduc&807;a&771;o de um de seus maiores i&769;dolos, o pianista Professor Longhair, ao Louisiana Music Hall of Fame, ao lado de grandes pianistas de New Orleans e do mundo. O pianista tambe&769;m foi convidado para tocar no lanc&807;amento de um disco po&769;stumo do Professor no Lil’ Gem – palco tradicional de New Orleans onde ja&769; tocaram Buddy Bolden, Jelly Roll Morton e Louis Armstrong – juntamente com a banda que gravou o disco e se apresentou no Louisiana Music Factory, Frenchy’s Gallery, Irvin Mayfield’s Jazz Playhouse, Broad Theatre e Professor Longhair’s Museum, além de ter sido convidado para uma entrevista na ra&769;dio WWOZ.

Leães também carrega na bagagem a abertura do show de Elton John em Porto Alegre, em 2013, tendo sido selecionado pela produção do músico inglês. Também, neste mesmo ano, conquistou Prêmio Açorianos como melhor instrumentista pop. Em 2016 repetiu a dose, recebendo seu segundo Açorianos de melhor instrumentista na mesma categoria.

The Power of Love é seu primeiro trabalho autoral, com onze canções assinadas por ele, nasceu depois de duas de&769;cadas gravando ou se apresentando como sideman de diversos nomes de peso da mu&769;sica nacional e internacional. O disco rodou em rádios como a WWOZ de New Orleans e teve grande aceitação da crítica, arrancando bons reviews da crítica especializada e músicos de renome como Ron Levy (pianista do BB King), Bob Lohr (pianista do Chuck Berry), Russ Ragsdale (produtor de nashville), Juarez Fonseca (Jornal Zero Hora) entre outros.

Esse e&769; um a&769;lbum que definitivamente as pessoas va&771;o continuar falando nos pro&769;ximos anos. A autoridade e o domi&769;nio de Lea&771;es nas teclas, o modo como expressa e busca as influe&770;ncias de seus artistas prediletos, abduz o passado para uma perspectiva atual. Ouvir as 11 canc&807;o&771;es de ‘The Power of Love’ e&769; como cair no buraco do coelho de ‘Alice no Pai&769;s das Maravilhas’ e ter uma incri&769;vel experie&770;ncia com imagens multissensoriais”. RUSS RAGSDALE – produtor norte-americano que finalizou “The Power of Love”

What’s the perfect blend of New Orleans R&B and Brazilian Soul called? Luciano Leães & the Big Chiefs ‘The Power of Love!’ Get yours today! Que legal! RON LEVY – Musical producer and keyboardist (B.B. King, Albert King)

“Luciano e&769; um dos mais surpreendentes mu&769;sicos que se arriscam no rhythm & blues e teclados ao estilo de New Orleans. Ele toca ta&771;o bem e com tanta alma que se voce&770;, no caso, tambe&769;m for um pianista, apo&769;s ouvi–lo, vai ficar afim de duas coisas: abandonar ou praticar. Definitivamente um dos melhores caras que tocam no estilo cla&769;ssico de New Orleans, fora de la&769;. E fim de papo”. BOB LOHR – pianista do Chuck Berry

Sites:
www.lucianoleaes.com
www.igorpradoband.com
www.annikachambers.com

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!