Apanhador Só estreia em vinil com Paraquedas, lança o disco na internet e faz show no dia 27, no Opinião

Depois de conquistar grande público no circuito independente com o lançamento do elogiado álbum homônimo de estreia, de 2010, e seguir uma direção ainda mais aventureira com a fita cassete Acústico-Sucateiro, no ano passado, a banda de Porto Alegre Apanhador Só dá um forte abraço em seu livre-arbítrio musical com o compacto Paraquedas, que sai neste mês pelo selo Vinyl Land Records. O lançamento virtual do vinil 7 polegadas será no dia 23 de maio, no site da banda (www.apanhadorso.com).

Para fechar o mês de maio, a Apanhador Só apresentará o novo disco, dia 27 de maio, dentro do projeto Noite Senhor F, e segue até cidades como São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. No mesmo mês, a banda estreia em seu site uma campanha de financiamento coletivo para gravação do novo álbum, prometido para o verão de 2013.

Unindo a estética do rock com composições maduras e arranjos inusitados, Paraquedas mostra um Apanhador Só mais consistente de seu hibridismo, também por conta da parceria inédita com o multi-instrumentista Curumin – que assina pela primeira vez a produção de outro artista – e o baixista Zé Nigro – coprodutor de Arrocha e Japan Pop Show.

Para completar, o disco dos gaúchos tem mixagem de Gustavo Lenza, conhecido por trabalhos ao lado de Céu, Romulo Fróes, Cidadão Instigado, entre outros nomes da linha de frente da música brasileira contemporânea. O projeto gráfico e a fotografia ficaram por conta de dois premiados artistas, Rafa Rocha e Roberta Sant’Anna – Rafa foi responsável pela arte de Apanhador Só e Roberta tem orquestrado uma série de belas fotos de divulgação do quarteto.

Renovação retrospectiva

Mais uma vez, o Apanhador Só se empenha em oferecer um novo (ou velho) suporte às suas canções: depois do CD e da K7, o vinil chega para complementar a discografia do grupo. A bolacha de sete polegadas Paraquedas reúne dois temas exclusivos: a faixa-título (lado A) e “Salão de Festas” (lado B).

Com a onipresente guitarra de Felipe Zancanaro em harmonia densa, e vozes sussurrantes em meio a efeitos lo-fi, “Paraquedas” começa numa linha flutuante e logo se funde à bateria de Martin Estevez numa explosão instrumental vibrante desta composição de Alexandre Kumpinski. A canção, com o verso inicial “Essa tua mania de não querer nos definir/ Pode acabar nos deixando imensos”, prega a imensidão de ser livre; sugere uma queda livre, onde o ouvinte tem o prazer de divagar da forma que quiser.

Em “Salão de Festas”, a parceria com Curumin e Zé Nigro fica mais evidente. No melhor estilo Pet Sounds, a música é tomada por ecos, sons de latas e instrumentos como ukulele e stylophone, espécie de mini-sintetizador que cria batidas quase dançantes, polidos com ritmos, timbres e texturas curiosos. Por meio de imagens concatenadas como planos de um filme, a letra simula um ambiente que pende entre o tédio de começo de festa e a alegria de acabar com certo clima monótono de “bom mocismo”.

Experimentar para evoluir

O compacto Paraquedas denota a imprevisibilidade do Apanhador Só em seu caminho natural de evolução. A banda se consolidou logo com o primeiro disco cheio, considerado um dos melhores álbuns de 2010 pelas principais publicações nacionais de música. Para além das canções, cantadas em coro nos shows, a obra conquistou a simpatia da audiência com o encarte inovador em formato de cartões.

Na K7 Acústico-Sucateiro, que traz músicas do álbum Apanhador Só repaginadas à base de sucatas, objetos eletrônicos e brinquedos, vieram mais iniciativas que envolveram o público. O grupo criou um sistema de escambo em que era possível adquirir uma cópia do EP em troca de fitas usadas – em poucos meses, centenas de cassetes foram recicladas.

APANHADOR SÓ
Lançamento virtual – Paraquedas (Vinyl Land Records, 2012)
Dia 23 de maio no site www.apanhadorso.com
Preço: R$ 25,00
Download gratuito: apanhadorso.com

Noite Senhor F
Dia 27 de maio, no Opinião (Rua José do Patrocínio, nº 834)
Show das bandas Apanhador Só, O Curinga e Lepata
Censura: 16 anos
Ingressos antecipados: R$ 15,00
Ingressos na hora: R$ 20,00
À venda nas lojas: Trópico dos shoppings Iguatemi, Praia de Belas, Moinhos, Total, BarraShopping Sul, Bourbon Ipiranga, Canoas Shopping e Bourbon São Leopoldo ou pelo site http://minhaentrada.net/eventos.php?c=1323.

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!