Banda Nenhum de Nós completa 25 anos nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 5 de outubro, a banda gaúcha Nenhum de Nós está completando 25 anos do show de lançamento do trio com o nome NENHUM DE NÓS, no bar Bangalô, em Porto Alegre!

Sobre a banda:

Sady Hömrich e Carlos Stein se conheceram nos tempos da primeira série escolar, mais tarde, na 5º série, conhecem Thedy Corrêa e formam a Agência de Detetives Mirins”. Tudo isso no colégio lasallista Nossa Sra. Das Dores, na rua Riachuelo em Porto Alegre. Ali, bem perto do suntuoso Theatro São Pedro, onde os garotos, nem imaginavam, viveriam momentos importantes da futura carreira.

O Thedy ganhou um violão aos 14 anos, foi aluno de violão clássico do prof. Afrânio. O Carlos com 15 anos compra sua primeira guitarra e com o irmão, o Thedy e outro amigo em comum formam um grupo folk batizado de Quarteto Jererê.

Na faculdade, Carlão foi um dos fundadores do grupo Engenheiros do Hawaii. Depois de dois shows saiu para formar uma banda com os amigos Thedy e Sady (Sady este que tinha na faculdade um grupo de samba-de-raíz chamado Grupo do Fadinho). Após decidirem formar a banda, Sady começou a ter aulas de bateria com o prof. Thabba. O bat-local do ensaio era na garagem da namorada do Thedy com uma bateria improvisada, uma caixa emprestada, um violão convertido fazendo a vez de contra-baixo e uma guitarra (sim, a guitarra era de verdade. O que não evitava as pedras jogadas pelos vizinhos). Depois de algum tempo ensaiavam quase todas as tardes no bar Bangalô (Av. Protásio Alves, Porto Alegre/RS) onde o Sady trabalhava como músico.

O show de lançamento do trio com o nome NENHUM DE NÓS foi no mesmo bar com um público de umas 13 pessoas entre amigos e parentes. Para a apresentação precisavam de um nome. Eles buscavam um nome que provocasse curiosidade e que denotasse algo em comum entre os três. Nenhum de nós enxerga direito; nenhum de nós rodou na escola; nenhum de nós foi para o quartel, etc. De tanto repetir ficou este o nome: NENHUM DE NÓS.

Já animando alguns bailezinhos de carnaval por aí se preparavam para abrir um show do DeFalla na Sociedade de Amigos da Praia do Imbé (SAPI) e devido a um imprevisto se atrasaram. Isto fez com que o DeFalla iniciasse seu show e os meninos do Nenhum tocassem depois. O produtor e a banda que acabou tocando antes foram obrigados a esperar o show do Nenhum acabar pois eles utilizariam o mesmo equipamento de som. Antônio Meira (o produtor) gostou da música dos caras e pediu uma fitinha demo e enviou às gravadoras. E com a imensa bagagem de uns 6 shows foram para a cidade de São Paulo para gravar seu primeiro disco em junho de 1987… a partir daí cada disco, uma história…

História retirada do site S.E.R. Nenhum de Nós, fã-clube oficial da banda. Leia mais em http://www.sernenhumdenos.com

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!