Cartolas

Com o sugestivo nome “Original de Fábrica” (Independente), a banda Cartolas, formada pelo vocalista Luciano Preza, o baixista Otávio Silveira, os guitarristas Dé Silveira e Melão Todt, o baterista Pedro Petracco, lançou em outubro seu primeiro álbumProduzido no estúdio Toca do Bandido por Carlos Eduardo Miranda, um dos grandes produtores da cena rock nacional, com colaboração de Thomaz Batista, e arte do designer Roberto Fonseca, o álbum foi um dos prêmios do festival nacional Claro que é Rock, de 2005, do qual a banda saiu vencedora, deixando pra trás mais de 3 mil bandas. O álbum conta com o hit do grupo, “Cara de Vilão” O álbum conta com músicas levadas a sério, mas tem a auto-ironia necessária do rock: “Não vai quebrar o meu vinil / que 20 e tantos contos eu paguei / só pra te impressionar”, diz a letra de “Acusações baratas”. E pitadas de cinismo: “Me dá uma dosagem pra próxima viagem (…) só pra eu dançar mais uma vez”, está escrito em “Cara de vilão” , destaque nas rádios Atlântida e Pop Rock. E de sinceridade: “É muita ligação pra tanta falta de assunto”, é um dos versos de “O Rabugento”. E a dose certa de inadequação, como em “House do Melão”: “Ele foge sem pensar / não encontra o seu lugar”. E o frescor indie, estampado na letra de “As mil Garupas”: “Já dei minha Caloi pra nunca mais lembrar / das mais de mil garupas que te dei”. Já a nova música de trabalho da banda, “Original de Fábrica”, tem uma certa ponta de ironia com uma melodia simples sem ser simplória: “Quero ser como você sujeito boa praça. Mas a plástica não vai resolver metade do problema.” Cartolas Há quatro anos o Cartolas faz um rock alegre e vigoroso e tem a capacidade de mixar Interpol com Kinks com Strokes com Who com Supergrass com Franz Ferdinand numa mesma faixa – e pode acrescentar a influência de Chico Buarque nas letras. A banda nasceu numa quinta chuvosa de dezembro de 2003, mais especificamente no antigo bar Guanabara (atual Mosh). O Cartolas tem um grupo de músicos que honram a escola gaúcha que freqüentam e um vocalista de tamanha personalidade que beira a empáfia em alguns momentos. Luciano Preza tem a dose certa de pantomima que todo garoto que pega um microfone e sobe num palco deveria ter. O rock feito pelos Cartolas não é apenas uma brincadeira de amigos que têm baixo, guitarras, bateria e algumas letras escritas num guardanapo usado. É um rock bem feito, levado por garotos que gostam e respeitam o passado seminal do estilo, mas não soam ultrapassados. É o rock do tempo do Cartolas, dançante, feliz, globalizado, plugado, novo sem soar modernoso, reverencial sem parecer rançoso. Entre os locais que o quinteto já realizou shows estão São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Porto Alegre, Planeta Atlântida, Coca-Cola Vibe Mix, Pelotas, Santa Maria, Santa Cruz do Sul e por aí vai.

Contato:
E-Mail: [email protected]
Site: http://www.cartolasrock.com.br