Cine Capitólio pode ser reaberto em dezembro, após oito anos de reforma

Iniciativa da Fundação de Cinema RS (Fundacine), da Prefeitura de Porto Alegre e da Associação dos Amigos do Cinema Capitólio (Aamica), o projeto de restauração do prédio da esquina entre a avenida Borges de Medeiros e a rua Demétrio Ribeiro deve ser concluído em dezembro, oito anos depois de ter sido iniciado.

As duas primeiras etapas, patrocinadas pela Petrobras, demandaram um investimento de R$ 4 milhões para a reforma, via Lei Rouanet. Hoje, a Prefeitura de Porto Alegre publicou, no Diário Oficial, um Termo de Cooperação Cultural com a Fundacine, de R$ 181,58 mil, para o acompanhamento técnico da terceira etapa da obra e a implantação da Cinemateca Capitólio. Nessa parte da intervenção, o Ministério da Cultura aportou mais R$ 800 mil, com a contrapartida de R$ 160 mil da Prefeitura.

A verba federal foi anunciada em agosto do ano passado pela ministra Ana de Hollanda, e a abertura havia sido prevista para junho deste ano, o que não se confirmou. O edital das obras deve ser publicado em duas semanas, e a expectativa, agora, é de que a conclusão da reforma ocorra em quatro meses.

Futuro centro cultural de pesquisa e preservação da memória audiovisual do Rio Grande do Sul, o Capitólio vai contar com uma sala principal de exibição, com lotação de 188 lugares, cinco salas para exibição de recursos multimídia com espaço para pesquisa, café, lojas e salas de exposição. O prédio é hoje tombado como patrimônio histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!