Com novo trabalho, gaúchos do Bidê ou Balde voltam a Campinas

Há muito não se ouve por essas bandas o “gauchês” de Carlinhos Carneiro, vocalista do grupo Bidê ou Balde, que neste sábado (30) quebra o jejum de oito anos (se não falha a memória do vocalista) e volta a Campinas para show de lançamento do EP  “Adeus, segunda-feira triste”, recém-saído do forno.

O quarteto gaúcho formado por Carneiro (vocal), Rodrigo Pilla (guitarra), Vivi Peçaibes (vocal/teclado) e Leandro Sá (guitarra) surgiu no fim dos anos 90 e logo emplacou o hit “Melissa”, música pop com refrão grudento, que na época teve boa execução nas rádios e deu à banda o prêmio de revelação de 2001 no Video Music Brasil (VMB) da MTV.

Sobre a longa ausência, o vocalista explica que uma série de fatores atrasou o lançamento do EP de cinco faixas, que precede um álbum, ainda sem nome, com previsão para sair no segundo semestre de 2011. “Começou com a gravação do Acústico MTV, em 2005, que acabou atrapalhando a turnê de divulgação de ‘É preciso dar vazão aos sentimentos’ (lançado em 2004). Atrapalhou, mas foi bom porque abriu espaço para tocarmos em outros lugares. Fizemos shows no interior do Paraná, Goiás, Santa Catarina…”, conta Carneiro.

“É preciso dar vazão aos sentimentos” acabou sendo relançado em 2006 pela extinta Outra Coisa, revista do músico Lobão em parceria com a L&C Editora. “Só aí a gente pôde fazer a turnê e repor aquele período e acabou levando mais tempo para podermos nos envolver com coisas novas.”

Depois de algumas tentativas de fechar contrato com uma grande gravadora, o grupo decidiu lançar uma série de EPs em parceria com o selo de uma casa noturna de Porto Alegre. “Os caras montaram um bar em São Paulo e desencanaram do selo. O primeiro EP era pra ter ficado pronto no fim do ano passado, mas só chegou em março. Nós desistimos dos outros EPs e resolvemos fazer nós mesmos um disco cheio”.

Com participação do músico Frank Jorge, o álbum dará continuidade ao trabalho iniciado em “Adeus, segunda-feira triste”. “O Frank tocou com a gente em quatro shows depois da saída do nosso baixista. Eu mostrei as músicas inacabadas e ele fez uns pedaços das letras e eu completei. Esse disco está sendo feito de uma forma muito legal porque estamos entre amigos. Nosso produtor tem referências de música erudita, que são bem diferentes das nossas, e isso também está sendo muito legal.”

O título do EP foi extraído do livro “Café-da-manhã dos Campeões”, do escritor norte-americano Kurt Vonnegut. “O nome é uma livre adaptação do subtítulo do livro. No EP e no álbum que dá continuidade a esse trabalho resgatamos as brincadeiras que fazíamos com nossas referências pop, como fizemos com David Lynch, no nosso primeiro disco.”

Duas das cinco faixas que compõem o EP, “Me Deixa Desafinar” e “Tudo é Preza”, foram liberadas no fim do ano passado. “As músicas tiveram ótima aceitação nas rádios daqui e na Internet”, diz o vocalista.

As canções “Madonna”, “(Não existe lugar) Mais Longe Que o Japão” e “VVA Decomposto (ou, Tudo Funcionando Meio Jackson Five)” completam o EP, que marca o resgate do bom humor e das referências pop escancaradas, características que chamavam a atenção para a banda no começo de carreira. “Em ‘Madonna’ usamos auto-tunes, que é uma coisa que todas essas cantoras pop usam para modificar as vozes e achamos divertido. Como a música tem uma base bem dançante resolvemos brincar com isso e no título usamos a referência que é o norte mor de todo esse povo da música pop eletrônica. Isso nos remete a primeira fase do grupo quando fazíamos muitas piadas. Todo mundo anda muito sério hoje em dia.”

No show de Campinas, o quarteto se apresenta acompanhado dos músicos Marcos Rubenich (Walverdes), na bateria, e Jojô (Volantes), no baixo. Para ouvir as faixas novas e antigas do Bidê ou Balde, acesse o Myspace da banda.

Serviço:
O que: Show Bidê ou Balde
Quando: Sábado (30), a partir das 22h
Onde: Espaço MOG
Rua Doutor Armando Sales de Oliveira, 377, Taquaral
Entrada: R$ 18 (com nome na lista para: [email protected]) ou R$ 25
Informações: (19) 3308-5587

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!