Dating Robots toca em desfile no Porão do Beco

A Casa de Tolerância, primeiro coletivo de moda gaúcho, entra em cena neste outono com a famosa irreverência e originalidade a todo pino. Desta vez a grife trabalha em cima da juventude e transgressão do RocknRoll, misturados à beleza e elegância que predominou no início do século XX, na era Belle Époque. O trocadilho Rock Époque, que serve como nome da coleção, revela toda a ousadia da proposta, característica usual do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo coletivo. O intuito é ver o que vai dar quando se mistura a transgressão e extravagância do estilo de vida rocknroll com a elegância e luxo da Belle Époque, marcada pela Art Nouveau e pela rigidez dos ditames da moral e dos bons costumes da época. Queremos explorar o fruto desse choque de idéias e valores, que resulta num contraste entre a delicadeza e a agressividade, a formalidade e o desleixo, a repressão e a liberdade, o comedido e o extravagante. Juntando a isso tudo um pouco de frescor, bom humor, sensualidade e feminilidade, a essência da coleção está pronta. A marca, inovadora por aproveitar as brechas das estações lançando coleções de Outono e Primavera, promete modelagens que remetem a vestimenta elegante e formal da belle époque contrapostas à utilização de tecidos e acabamentos que caracterizam a estética rebelde do rockandroll. Peças ricas em detalhes e acabamentos, muita renda, alguma dose de xadrez, listras e cores fortes. Golas altas, mangas franzidas e detalhes em babados são explorados em tecidos diferenciados, com misturas inusitadas de estampas e cores. Laços, fitas e rendas adornam blusas transparentes, que transpiram sensualidade e atitude, remetendo à libertação feminina de 69, época do Woodstock e da psicodelia. Comportadas saias com cinturas altas e anquinhas estilizadas são feitas em micro comprimentos e com acabamentos despojados. A referência militar nos casacos masculinos e femininos lembra os casacos de ex-combatentes do Vietnã, usados por muitos astros do rock de 1960, como forma de protesto. E, para animar a festa, o lançamento será feito num desfile-show com Dating Robots (ex-Chiclé Demência), no renomado Porão do Beco (Independência, 936) durante uma festa especial da Casa de Tolerância, com discotecagem de Eduardo Normann e Mariana Kircher (Lust For Life!), Juliana Baldi (Ipanema FM), Daniel Lacet (Fuck Rehab) e o DJ do coletivo, CoguBoy com participações especiais das designers Amanda, Nina e Ianny. Então, não perca! SERVIÇO:Festa do coletivo de moda Casa de TolerânciaLançando a coleção de outono 2009 Rock ÉpoqueCom show da banda Dating Robots (ex-Chiclé Demência)Dia 15/05/2009No Porão do Beco (Independência, 936)Ingressos R$15,00Lista amiga R$10,00(www.beco203.com.br) PATROCÍNIO:PANDORA APOIOS:COGUBOY PRODUÇÕESBUNKER STUDIOFLIPERAMA.PHOTO.ERIC MAEKAWAPORÃO DO BECO DATING ROBOTS É o novo trabalho de Eduardo Normann e Mariana Kircher, casal de produtores musicais, dj´s da festa Lust for Life!!!, criadores de bandas como Space Rave, Planondas, Autobahn, autores de trilhas sonoras para filmes como Outros, de Gustavo Spolidoro, O Limpador de Chaminés, de Rodrigo John. Uma dupla que mistura influências de rock e eletrorock, que utiliza nas suas gravações samplers, batidas pré-gravadas, referências musicais que vão de New Order e Kraftwerk a Primal Scream e The Kills. Foi criada em outubro de 2008 com o nome de Chiclé Demência, mas cansamos um pouco da piada e resolvemos rebatizarmo-nos.

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!