De Tudo um Pouco

DE TUDO UM POUCO.
Isso que dá pedir opinião sobre assunto no facebook!
 
Todas as bandas dos anos 80, e muitas dos anos 90 usaram alguma vez na vida, amplificadores Staner.
 
Não é praga, não é maldição, mas quase todo músico que conheço já tocou alguma vez num amplificador staner, numa caixa de som staner ou num retorno de som Staner, a Staner, era pau pra toda obra, o que tinha de acessível no mercado, TNT, Cascavelletes, Engenheiros, Replicantes, os Eles, Nenhum de Nós, Garotos da Rua, Acusticos, Comunidade, Tequila Baby, po, quase todo mundo já deve ter experimentado um Staner.

Com a facilidade da importação de equipamentos, achava que a Staner estava morta, enterrada, mas qual a minha surpresa de descobrir o site deles, e que incrível, a empresa está firme e forte, fazendo os amplificadores e todos os sistemas de som que faziam no passado, agora mais modernoso, até Fly P.A. os caras fazem rapáááááá!
 
olha o link deles aí, matando a saudade daqueles shows no Araújo Viana: http://www.staner.com/
 
MÚSICOS BONS DO SUL DO BRASIL QUE, TALVEZ, VC NUNCA VÁ CONHECER.
 
Quantos Guitarristas? baixistas? bateristas? vocalistas? tecladistas e por aí vai, estes dias, num show no interior conhecí um guitarrista que destrói o instrumento, engole o instrumento, toca com um feeling, uma dedicação assombrosa, não é guitarrista masturbador ( barbaridade!) que fica subindo e descendo a mão no braço da guitarra, para mostrar velocidade, ou técnica exemplar ( não que seja ruim isso, não estou julgando ), não, este tinha feeling, sabia tocar como ninguém, tocou numa banda antes, de covers, colocando um pouco de feeling próprio em cada música, e de um bom gosto arrepiante, depois fez um som com a gente, apenas acrescentou algo a mais no punk rock, ficou bárbaro, poderia querer solar punheteiramente, que nem um desvairado, mas foi de uma sutileza exemplar, eu sabia que era um talento nato, a galera sabia que era um talento nato, os contratantes de shows da cidade sabiam que era de um talento nato, mas…  na era da informática, da informação online, fora de Sta Maria poucos conhecem o Paul.
 
E Tem o Mosquito, aliás, Mosquito Hits, músico que conhecí em Bagé, fodaço, ele tinha uma banda, não deu certo, começou a ir de moto e viola fazer seus shows, andou todo o RS, e ganhou poucas chances, conseguiu um lugar ao SOL em Floripa, hoje mora lá, toca na noite, e tem uma gana ao vivo que merece ser vista,  poucos músicos eu ví  tocar assim, ele me passou um som, que um dia ainda vou fazer uma bela versão, a essência está toda lá, falta lapidar um pouco, conta a história dele, conta uma história romântica, conta a história de uma busca por algo, conta a história de um acerto de contas com o passado, conta a história das nossas vidas, nem sempre final feliz, nem sempre final triste, um dia faço este som, se chama , olha as coincidências: Ramona.
 
Show da Shakira
 
O Gustavo B rock no facebook , sugeriu que eu falasse do show da Shakira que aconteceu aqui em POA, na Noite de ontem, mas… não fui ao show, não sei como foi,  não posso comentar o que não ví, né? mas acessem a página da zero hora na internet que tem a cobertura do show, inclusive a frase mais comum de se escutar no RS quando um artista internacional vem aqui, dita pela Shakira ontem no Gigantinho: – Ah! Eu Sou Gaúcha!

Mas e daí né? O Celso Roth também é.
 
Valverdes e Engenheiros
 
Entre as muitas sugestões, estavam pra eu falar o que andam fazendo Valverdes e Engenheiros do Hawaii, vou sugerir pro www.rockgaucho.com.br dar estas informações pra galera que lê a coluna. ok?

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!