Deckdisc lança primeira coletânea digital do país

Para fechar com chave de ouro as comemorações pelos 10 anos da Deckdisc, a gravadora presenteia os amantes da boa música com a primeira coletânea digital do Brasil. Inspirada no clima de Natal que impera nas ruas, Presente será lançada no dia 15 de dezembro, segunda, com músicas inéditas, remixes e versões pouco conhecidas de artistas pratas da casa e de outros que fazem parte da história da gravadora. Quase toda a coletânea, que contém 13 músicas, é feita de sobras de estúdio nunca antes lançadas. O repertório, predominantemente rocknroll, poderá ser ouvido em streaming gratuito através de player customizado em www.deckdisc.com. As músicas também estarão à venda por R$ 1,99 cada na página da operadora Vivo (www.vivo.com.br). Cachorro Grande, Dead Fish, Mukeka di Rato, Reação em Cadeia, Ultraje a Rigor e Gram vêm com músicas inéditas, gravadas em estúdio; Pitty, Richie, Ira!, Strike e Matanza apresentam versões para clássicos da música brasileira como Nós vamos invadir sua praia, do Ultraje, cantada pela Pitty para a novela Três Irmãs, da TV Globo; e os remixes de Marcelinho da Lua e Lucio Maia, da Nação Zumbi. Todas as faixas foram produzidas por Rafael Ramos, com exceção de Originais do Sonho, por Maquinado; e Paraíso Proibido, por Diogo, Tuta e Rafael Ramos. PRESENTE: · Marcelinho da Lua – Refazenda (Remix) – Remix alternativo desse hit do disco Tranquilo, com Martnália nos vocais. Participação especial de Mario Z. · Pitty – Nós Vamos Invadir Sua Praia – Versão para o clássico do Ultraje a Rigor, gravado especialmente para a novela Três Irmãs, da TV Globo. · Gram – O Meu Melhor – Sobra das gravações do disco Seu Minuto, Meu Segundo (2006). · Ritchie – Fala – Versão para esta balada dos Secos e Molhados. Gravada especialmente para o álbum tributo Assim Assado e posteriormente incluída na trilha sonora da novela A Favorita. · Cachorro Grande – Não Tenho Nada a Ver Com Isso – Sobra das gravações do álbum Pista Livre (2005), finalizada em julho de 2008. · Dead Fish – Michel Ogatha – Faixa gravada nas sessões do álbum Um Homem Só (2006), inacabada na época e finalizada em agosto de 2008. · Mukeka di Rato – Sonho Corrompido – Sobra das gravações do disco Carne (2007). · Ira! – Amor – Versão feita especialmente para o álbum tributo Assim Assado (2005). · Nação Zumbi – Originais do Sonho (Maquinado Remix) – Remix de Lúcio Maia para essa pedrada do Nação Zumbi, do álbum Fome de Tudo (2007) · Strike – Paraíso Proibido (Versão Acústica) – Regravação do sucesso da banda exclusivamente para as rádios. · Ultraje a Rigor – Cant Help Falling in Love – Versão punk rock para esse eterno clássico. Sobra das gravações do álbum Os Invisíveis (2003). · Matanza – Quanto Mais Feio (Versão Surf) – Regravação, em versão surf music, desta música do primeiro disco da banda, Santa Madre Cassino (2003), que virou hino. · Reação em Cadeia – O Final – Sobra das gravações do disco Febre Confessional (2006).

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!