Eletroacordes lança o clipe “Lorde Burguês” em uma releitura irônica Yuppie

Trecho do clipe "Lord Burguês", da Eletroacordes / Divulgação

Com o impacto negativo da pandemia sobre as atividades culturais e à classe artística, e que se estende em 2021, ficou comprometido boa parte da renda e de projetos de bandas. E não foi diferente para Eletroacordes, que sentiu o momento de retração, mas não se rendeu. O trio de rock autoral de Porto Alegre acaba de lançar o seu oitavo clipe roteirizado, intitulado “Lorde Burguês”.

Eletroacordes - Lorde Burguês

A releitura de uma antiga canção da banda foi aproveitada para estrear em uma live do festival online Pedrada at Home, em sua 10ª edição em maio. No audiovisual, ingredientes irônicos para contestar a forma e hábitos yuppies em contraste com o que vida sugere. O apelo simples da música cunhou o refrão na frase”… chá, shampoo, champanhe uma vez por mês, na mão esquerda sou um Lorde Burguês”.

O videoclipe, produzido de forma distanciada e remota, foi captado separadamente pelos integrantes Rodrigo Vizzotto (voz, violão e baixo) e o guitarrista Luis Tissot (guitarra) em ambientes internos e editado com imagens mais intimistas. Já a mixagem do áudio, executada na produtora Casa Sonora, ganhou recursos sonoros que deu mais consistência para a composição.

O som apresenta, a exemplo do clipe anterior “Dias Perdidos”, de 2020, um formato mais acústico, devido aos recursos limitados provocados pelo distanciamento social que inviabilizou o encontro dos músicos diante da classificação de Bandeira Preta no Rio Grande do Sul este ano.

Na letra de Lorde Burguês, no trecho inicial percebe-se o escárnio “…Eu e Nero, queimamos prosa sem saber porquê,…eu, sério, vou ver reprise TV…” fica demonstrado a licença poética da Eletros com o deboche em torno de situações do cotidiano misturados com o realismo fantástico.

Este é o oitavo clipe roteirizado pela banda em 12 anos de estrada, além dos mais de 70 registros de entrevistas e shows ao vivo disponíveis no canal You Tube em https://bit.ly/33eAU7u Reinventando formatos e propostas originais desde 2020, quando a Eletroacordes também lançou a coletânea “Doces Doze Doses”, marcando os 12 anos de atividades com 12 canções, o atual projeto foi inspirado nos mesmo moldes do vídeo “Dias Perdidos”, pelos parcos recursos e limitações. O projeto participará em junho do 1º Frida Rock Festival.

Mais cinco guias de canções da Eletroacordes já foram registradas em estúdio, incluindo “Lorde Burguês”. Com outras composições em produção, deve sair para o segundo semestre o quinto trabalho da banda, com título provisório “Eletroacordes Experience”. Dos EP’s e coletânea lançados desde o início, a banda enfileirou “Respire Fundo” (2011), “Insanos” (2015), “Sono Tão Profundo” (2019) e “Doces Doze Doses” (2020).

Sobre Rock Gaúcho 3190 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.