Entre calmaria e explosões, Carvel lança disco de estreia

Carvel lança disco de estreia / Lucas Argenton

Na busca de representar as nuances do cotidiano, nasceu o álbum de estreia da Carvel, “Absorto”. Com nove faixas e dividido em duas partes, as canções vão da reflexão à explosão. Desde a concepção, o trabalho foi produzido, captado, mixado e masterizado por integrantes da banda. E a personalidade depositada neste disco é refletida no desenvolvimento dos temas das músicas, que vão da calmaria à agitação.

“O desenvolvimento desse álbum representou o início de uma fase mais madura da banda, com letras reflexivas que foram criadas em cima de uma proposta conceitual. O álbum desenvolve temas como a alienação digital e comodismo, a depressão e a opressão social, mas deixando um pouco de espaço para o amor e as incertezas dos caminhos que trilhamos.”, explica Lucas Lima Argenton, guitarrista da Carvel.

Desafiador do início ao fim, o processo de produção do álbum “Absorto” também simbolizou uma transição para os membros da Carvel. A banda passou por duas reestruturações devido a saída de integrantes e essas mudanças afetaram positivamente o som do disco, levando sentido à diversidade sonora do álbum, que une indie e stoner rock.

O lançamento de “Absorto”, significa para a banda de Vinhedo (cidade próxima à Campinas/SP) um recomeço: “A energia dentro da banda está incrível e podemos ver a disposição de cada um dos membros refletida no suor, seja em show, seja nos desenvolvimentos dentro da Carvel.”, elogia Lucas.

Com espírito renovado, a Carvel é formada por Guilherme Monteiro Avelino (voz e guitarra), Victor de Rezende Gonzales (baixo), Murilo de Oliveira Bachega Pinheiro (bateria), além de Lucas. O lançamento de “Absorto” coroa uma trajetória que começou em 2015, e de lá pra cá, conta com o EP “Descubra” (2016), que conta com dois clipes; E os singles “Sala de Estar” (2018), “Prosseguir” (2019) e “Deserto” (2019), que anteciparam o álbum de estreia.

O disco “Absorto” contou com produção e mixagem de Guilherme Avelino, Lucas Lima Argenton e João Gabriel Diamantino. A captação e gravação é de João Gabriel Diamantino, enquanto a masterização é de Lucas Lima Argenton.

Ouça “Absorto” nos streamings
Spotify: https://bit.ly/Absorto_Spotify
Deezer: https://bit.ly/Absorto_Deezer
Apple Music: https://bit.ly/Absorto_Apple

por OrBe Comunicação

Sobre Rock Gaúcho 2654 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.