Ferramenta desenvolvida na UFOP permite ouvir música de forma gratuita na Web

Possibilitar ao usuário ouvir suas músicas preferidas e descobrir novas através de web rádios do Brasil e do mundo de forma rápida e gratuita. Esse é um dos objetivos do Radialize, projeto desenvolvido por um grupo de pesquisadores do Departamento de Computação da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Através do site “radialize.com.br” e do aplicativo Radialize, as pessoas podem realizar buscas por estilos musicais, nome de artistas ou bandas, de acordo com o seu perfil.

Financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o projeto que é coordenado pelo professor Álvaro Pereira Jr., traz novidades em relação a outros serviços de streaming de músicas na internet. “No lugar de gerar uma programação musical específica para o usuário a partir de suas seleções, o Radialize encontra uma web rádio online que tem o perfil selecionado pelo usuário. Essa importante novidade permite que a ferramenta seja gratuita, uma vez que apenas carrega para o usuário a web rádio encontrada, sem ter que pagar pelos direitos autorais, que já estão sendo arcados pelas web rádios em operação. Traçando uma comparação: assim como o Google faz para as páginas da web, o Radialize faz para as web rádios”, explica o docente.

Se tratando de inovação tecnológica, o Radialize desenvolveu, através de diversas áreas da Ciência da Computação, como recuperação de informação, mineração de dados, inteligência artificial, processamento de linguagem natural, sistemas de recomendação, interface homem-máquina, entre outras, uma inédita ferramenta de experiência em áudio. “A principal inovação é conseguir colocar todas as rádios próximas e permitir então que o usuário busque por conteúdos que já estão na web. Conseguimos desenvolver algoritmos que processam, de forma eficiente, o conteúdo das web rádios, a fim de descobrir o que está tocando a cada momento. A gente não conhece um serviço que faça esse tipo de monitoramento de áudio, seja no Brasil ou no exterior”, ressalta Álvaro.

A interface da ferramenta é outra inovação, pois permite que o usuário navegue através de uma nuvem de recomendação de artistas, bandas ou estilos musicais similares ao interesse de quem utiliza o serviço. “Dessa forma, a busca pode ser feita textualmente ou quando o usuário simplesmente clica em um item da nuvem”, comenta o professor.

O Radialize, que é capaz de reconhecer a execução de milhões de músicas em mais de 60 mil rádios monitoradas, também traz funcionalidades adicionais, como a possibilidade de favoritar rádios, jogar artistas e rádios para a lixeira, filtrar os resultados de acordo com raridade ou popularidade, e compartilhar o que o usuário ouve com amigos pelo Facebook. “Novas funcionalidades serão adicionadas em breve”, destaca Álvaro.

Lançamento do Radialize
Já é possível acessar o endereço “radialize.com.br” de forma experimental. Na próxima quarta-feira (4), a ferramenta será lançada oficialmente. No lançamento do Radialize todas as versões mobile estarão disponíveis. Usuários de dispositivos móveis com as versões mais recentes de iOS (iPhone, iPad) e Android (outros smartphones e tablets) poderão baixar o aplicativo, gratuitamente, nas melhores lojas virtuais.

Tecnologia do Radialize possibilita criação de start-up com parceria de músico do Skank
A tecnologia para monitoramento de áudio desenvolvida pela Radialize contribuiu para a criação da start-up SoundView. A empresa, que tem como um dos sócios o baterista da banda mineira Skank, Haroldo Ferretti, fornece uma plataforma para checking de publicidade em mais de 4.000 emissoras de rádio no Brasil.

Segundo Haroldo, a tecnologia licenciada da Radialize foi fundamental para a criação da start-up. “O início de tudo foi a tecnologia desenvolvida pela UFOP. É o que move a espinha dorsal da SoundView. Descobri o Radialize por meio de um amigo da banda Skank que conheceu o projeto e o professor Álvaro. A banda, sendo voltada sempre às questões tecnológicas, ganhando prêmios sobre inovação em redes sociais e afins, teve um interesse muito grande pela tecnologia de detecção de similaridade de áudio em tempo real baseada em uma assinatura textual. Vimos o Radialize como uma ferramenta importante no meio musical e partir daí começamos a desenhar e vislumbrar o projeto, que depois se transformou  na SoundView”, explica o músico.

Haroldo destaca também a participação de estudantes da UFOP na consolidação da SoundView. “A sede da empresa fica em Ouro Preto, lugar que cultiva o espírito acadêmico. Imagino que uma das coisas mais importantes que a SoundView proporciona é a forte inclusão de estudantes no mercado de trabalho. São vários alunos da UFOP que estão como colaboradores da empresa. É uma extensão da Universidade que cumpre o seu papel maior”, afirma.

Com dois anos de existência a SoundView proporciona ao mercado controle dos conteúdos das emissoras sonoras. “As rádios tocam e nós monitoramos. Transformamos a análise do som em função gráfica para que o cliente que contratou o serviço de agências de publicidade possa acompanhar a divulgação e conferir se o que foi contratado realmente está sendo cumprido”, explica Haroldo. Segundo o baterista, os serviços da SoundView será disponibilizado ao mercado musical em breve. “O meio musical sempre foi muito carente de ferramentas de análises eficazes sobre os resultados do trabalho de músicos e artistas e por um controle maior sobre os direitos autorais. Está na hora da SoundView se expandir para o mercado musical. As pessoas com as quais já mostrei a ferramenta e falei sobre se empolgam pelo caráter inovador e serviço único”, completa.

Acesse o link e confira o depoimento completo do professor Álvaro Pereira Jr. sobre a ferramenta Radialize no UFOP Conhecimento: https://www.youtube.com/watch?v=

Sobre Rock Gaúcho 13796 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!