Frank Jorge

Um vez eu e o James fomos mostar uns sons novos pro Frank Jorge, ele nos convidou pra passar na casa dele, pois tinha feito um som e nos falou:

– Passem lá em casa, fiz um som novo Que é a cara da Tequila Baby!

Fomos mostrar algumas músicas que seriam do disco A Ameaça Continua ele curtiu, e mostrou na viola um som novo, que ele fez em homenagem a Alfred Hitchcock, piramos na hora, demais o som, simples, direto, divertido e com uma letra cheia de sacações  muito boas, como a Graforréia Xilarmônica, e o Frank naquele dia ficou muito feliz com nossa visita, disse que fazia tempo que não tinha contato com a gente, que foi muito importante procurarmos ele pra mostrar uns sons, e escutar suas músicas, pois quando um músico está presente junto aos músicos de sua terra, ele não cria um ar esnobe em torno de sí, ao contrário, cria um vínculo com os seus que ajuda, e muito, a música feita na sua cidade, no seu estado, ele estava feliz e a gente mais ainda, por mais que eu seja amigo dele, por mais que eu tenha cantado com a graforréia, SIM! eu conseguí cantar com as bandas que formaram minha adolescencia musical, cantei com um Ramone, cantei com os cascavelletes, cantei com os replicantes e numa noite de inverno, no Bar Ocidente, cantei com a GRAFORRÉIA XILARMÔNICA! mas como ia dizendo, por mais que eu tenha contato com ele, eu NUNCA vou deixar de ser fã, antes de ser amigo, antes de ser colega de profissão, eu sempre vou ser fã em primeiro lugar, O Robert Smith ( The Cure) uma vez disse: _ a mágica entre a banda e o público sempre deve ser mantida. No Brasil o fã tenta de toda forma ser amigo de seu ídolo, e quando consegue , muitas vezes deixa a mágica de lado, um erro terrível, esta mágica é que te motivou a conhecer o trabalho e a vida do seu ídolo, pra que estragar tudo, ou deixar isso de lado assim que você conhece seu ídolo? acho que o segredo aí é o respeito, aprender a ter respeito, ter respeito no dia a dia, em tudo, e eu desde que conhecí Graforréia Xilarmônica, num verão de 88/89, sempre admirei e respeitei a banda, todos eles, Alemão, Pianta, Marcelo Birck, Eduardo Christ (estes dois últimos , ex integrantes) e peço a todos que vão ler esta coluna, respeitem, divulguem, amem a Graforreia Xilarmônica, Frank Jorge é um Poeta.

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!