Funkalister participa do Ocidente Acústico na reabertura do bar

Chegou o terceiro disco da Funkalister!! Depois de dois trabalhos onde a identidade da banda ficou marcada nos gêneros funk e soul ou na ainda mais abrangente black music, a Funkalister resolveu incrementar nos temperos do seu caldeirão sonoro neste “Vol. 3”.

Para começar, levou ao disco a parceria bem-sucedida com a Brothers Orchestra, que rendeu shows antológicos no Ocidente. E a coisa começa pegando fogo na primeira faixa do disco “Voando Alto 1”, que tem todo aquele clima de big band dos anos 40 numa base funkeada. É como se Maceo Parker & All The King’s Men tivessem esbarrado com a Orquestra Tabajara de Severino Araújo numa esquina do Bom Fim. Um ótimo começo. E que volta como vinheta no final pra dar fechamento à viagem.

“Resgate do Burro” apresenta a criatividade e maturidade de Leonardo Boff, um dos principais compositores da banda. Nela, os timbres de seus teclados fazem a festa.

A sessão rítmica composta por Everton Velasques no baixo; Cristiano Bertolucci na bateria e Filipe Santos na percussão dá um show à parte em todo o disco.

Além das referências de base, já presentes nos trabalhos anteriores, como a disco music, o funk dos Meters e o souljazz de Booker T. & the MGs, neste CD a Funkalister vai mais além. Este é o caso de “Coisa de Mister”, composição do guitarrista Chico Paixão com o saxofonista Rodrigo Siervo. A canção tem uma levada de bossa donatiana/marcosvalliana bem brasileira com destaque para a flauta de Mateus Mapa. E participação da Brothers novamente.

Outra característica marcante em “Vol.3” é a fixação da banda como um septeto mais convidados (Boquinha e Wiliams Rocha nos trombones; Joca Ribeiro e Jorginho nos trompetes e Diego Silveira no vibrafone), ao contrário do coletivo que marcou os dois primeiros discos. Esta definição dá um som mais cheio e encorpado, especialmente mantendo a mesma sessão rítmica.

Poderia destacar ainda músicas como “Tema para Niki Lauda”, uma espécie de “Tema da Vitória” alternativo; o groove irresistível de “Atraso Verdade”, séria candidata à hit do disco; “De Bico Fechado”, onde o baixo de Everton faz misérias, entrando e saindo do ritmo, sem perder o clima e, especialmente, a pose. E “Detetive Silas”, a faixa de sonoridade mais pop de todo o trabalho, que aponta para mais uma futura direção no trabalho da banda.

Depois de ouvir este belo disco,só estou esperando pelos shows pra me esbaldar mais ainda. Que venham e muitos!!

Por Paulo Moreira (jornalista e radialista)

Serviço:
Show com Funkalister – Lançando o clipe da música Atraso Verdade
QUANDO:  9 de maio (quinta) de 2013 – 22 horas  
QUANTO: Ingressos a R$25,00 (vinte e cinco  reais)
ONDE: Bar Ocidente – João Telles esq. Osvaldo Aranha
INFORMAÇÕES: 51 3312 1347 – www.ocidente.com.br

Sobre Rock Gaúcho 13796 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!