Grito Rock 2012 São Leopoldo neste sábado

O maior festival integrado em rede das Américas chega à décima edição, alcança a Europa e, o município de São Leopoldo faz parte dessa rota, garantindo sua terceira edição através da produção do coletivo Feitoria e circuito Fora do Eixo.

Idealizado em 2002, em Cuiabá (MT), pelo Espaço Cubo – um dos coletivos que deu origem ao Fora do Eixo, o Festival Grito Rock é uma alternativa ao Carnaval, uma plataforma independente de circulação e propõe alternativas colaborativas e sustentáveis de produção e circulação de artistas, agentes e tecnologias.

Este ano, o projeto ocorre de 17 de fevereiro a 17 de março em todo o calendário mundial, já em São Leopoldo, a data será no sábado, dia 03 de março. A proposta é reunir produtores de 200 cidades e 15 países, o que representa um aumento de 55% em relação a 2011, quando 130 cidades e 10 países sediaram o festival. Serão ao todo duas mil bandas circulando pelos mais variados palcos.

As edições de cada cidade são produzidas de forma interdependente, e tudo, principalmente a logística entre elas, é construído colaborativamente, com o propósito de tornar sustentável a circulação de artistas, agentes, produtores, produtos e tecnologias.

Em 2011, pela primeira vez, o Grito Rock foi executado nos 26 estados brasileiros e em outros 8 países (com cidades da América do Sul e Central). Para 2012 já são 15 países, incluindo o continente europeu e o México.

Nessa terceira edição em São Leopoldo, 168 bandas se inscreveram e, foram escolhidas cinco delas que farão shows dentre as diversas atrações que são: Pupilas Dilatadas, Medialunas, Flanders 72, Siléste e a anfitriã BLEFF. A discotecagem ficará a cargo de Bia Jones. Teremos intervenções visuais com o VJ Cristiano Adeli. Também uma grande banquinha de produtos intependentes, ganhando um diferencial da exposição de “toy art e miniaturas em resina” do artista Marck Fraca. E, para finalizar, poéticas visuais com Biba Jaques.

Os ingressos antecipados estão a venda na Doctor Tattoo (Rua Presidente Roosevel, 855, Centro – São Leopoldo) por R$8,00

O festival ocorre no sábado, 03 de março na Embaixada do Rock (Rua Presidente Roosevelt, 806)

Sobre as bandas:

Medialunas: nada mais é do que o nome dado à união musical de um dos casais mais hiperativos da cena independente nacional atual. Andrio Maquenzi (ex.Superguidis) na guitarra/vocal e Liege Milk (Loomer) na bateria/vocal. Amantes das guitarras distorcidas, baterias pulsantes e vocais harmônicos, o duo resolveu gravar em casa dois despretensiosos singles no início do ano (Humming e Colorful), que foi sucesso na internet.

Pupilas Dilatadas: uma das bandas mais clássicas do punk nacional que vem trabalhando desde 1984, participa do Grito Rock divulgando seu quarto disco, que se chama Era Moderna, pelo selo paulista Pisces Records.

Flanders 72: Power trio punk rokder que busca resgatar a sonoridade anos 90. Divulgam o novo CD South American Punk Rockers”.

Siléste: formato simples com duas guitarras, bateria e voz. Letras com influências concretistas, chegando ao simples mais cisne, menos pavão.

BLEFF: anfitriã do festival, composta por ativistas do coletivo Feitoria, rede Metro Rock e Fora do Eixo, os caras apresentam seu trabalho autoral cheio de riffs ganchudos, punch instrumental, belas melodias, hits que chegam a ser pegajosos, letras intelectualizadas e diversão garantida…

Informações
http://www.coletivofeitoria.blogpot.com           

Grito Rock Internacional

Reflexo da conexão com diversos países latinos, este ano o Grito Rock se soma a 15 países e se estabelece em 14 cidades estrangeiras. Vários representantes da América do Sul e Central participam da décima edição: Honduras, Costa Rica, Guatemala, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Honduras e Nicaragua.

O Festival ocorre também na Cidade do México, Los Angeles e em Braga (Portugal), realizado por brasileiros em parceria com agentes locais.

Balanço

Até o momento foram registradas 203 inscrições, sendo que 61 cidades estão realizando o Grito Rock pela primeira vez. Entre os produtores, 38 estão na Região Sul, 36 da Região Nordeste, 81 no Sudeste, 13 no Centro Oeste e 19 na Região Norte. Boa parte desses produtores ainda não desenvolveram relação com o FdE, mostrando que o projeto transcende o Circuito e atrai produtores diversos para a realização do Festival.

Para os produtores, as inscrições aconteceram entre 22 de dezembro de 2011 e 12 de janeiro. Pra quem perdeu o período de inscrição e ainda quer participar, pode acionar os produtores e integrar a equipe de produção de alguma das cidades cadastradas.

A partir de 16 de janeiro, os produtores abrem as vagas para receber atrações nos festivais e os artistas interessados devem se inscrever via Toque no Brasil: são aproximadamente dois mil shows em todo o país e turnês de pequeno, médio e grande portes. A curadoria e o período de inscrição fica a cargo de cada produtor e os convocados serão informados com antecedência mínima de 10 dias da apresentação. As inscrições são todas gratuitas e online.

Sobre Rock Gaúcho 13776 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!