Hangar, Rebaelliun e Panic são as atrações do 9º RS Metal, no Opinião

Hangar / Jorge Maluf

O RS Metal, um dos festivais dedicados ao som pesado mais importantes do Rio Grande do Sul, irá para a sua nona edição em 2018. O evento, que vai ganhar mais uma vez o palco do Opinião, no dia 2 de dezembro, trará para Porto Alegre três nomes que muito ajudaram o heavy metal gaúcho a se tornar uma referência para o restante do país e até mesmo para o mercado internacional, nas suas mais diferentes vertentes. O Hangar, liderado por Aquiles Priester, eleito por diversas oportunidades um dos melhores bateristas do mundo, estará de volta à sua cidade natal para mostrar aos headbangers locais as faixas do recente “Stronger than Ever”, como “Just Like Heaven” e “Reality is a Prison”, entre outras composições que marcaram as suas duas décadas de história e retiradas dos clássicos “Inside Your Soul”, “The Reason of Your Conviction” e “Infallible”, por exemplo. O grupo, que há muito tempo não toca aqui, vai ter a companhia do Panic, um dos expoentes do thrash metal nacional desde os anos 80, e do Rebaelliun, ícone do death metal extremo. A banda, que recentemente perdeu o guitarrista Fabiano Penna, falecido após o grupo retornar de uma longa turnê pela Europa promovendo o recente “The Hell’s Decrees”, vai subir ao nosso palco para mostrar muita agressividade, algumas canções inéditas e o seu novo integrante, o instrumentista Evandro Passos. Já a abertura da noite ficará por conta de um grupo ainda desconhecido, que vai precisar ser o mais votado em uma enquete no evento oficial no Facebook (https://www.facebook.com/events/305341940008992).

HANGAR

O Hangar foi formado em 1997, com o objetivo inicial de tocar alguns covers. Com uma carreira fulminante, sendo logo descoberto pelos amantes do peso em Porto Alegre, o grupo – com apenas um ano de vida – abriu para o Angra em 1998 e entrou em estúdio ainda naquele ano para a gravação de “Last Time”, debut que seria lançado em maio de 1999, de forma totalmente independente.

O álbum foi divulgado nas principais revistas de heavy metal do país, sempre com boas críticas, e levou o Hangar a se apresentar em diversas cidades do Rio Grande do Sul e até mesmo em São Paulo. Nessa época, o baterista Aquiles Priester também participou de vários shows do Tritone, projeto paralelo de Frank Solari e Eduardo Ardanuy (Dr. Sin) e foi convidado para gravar o disco “Nomad”, do ex-vocalista do Iron Maiden Paul Di’Anno.

Em 2001, Aquiles Priester passou a integrar o Angra e nesse mesmo ano o Hangar lançou o seu segundo trabalho de estúdio. “Inside Your Soul”, gravado em São Paulo, saiu pelas gravadoras Die Hard Records e Rock Brigade Records, com um estrondoso sucesso. Os shows tiveram continuidade e levaram a banda pela primeira vez ao Nordeste, com diversas datas por lá. O terceiro álbum do Hangar, “The Reason of Your Conviction”, chegou às lojas em 2007, acompanhado de uma turnê pelo Brasil e pela América Latina.

Depois de um período de mudanças internas, o Hangar voltou ao estúdio e, em 2009, lançou o disco “Infallible”, outro marco na sua trajetória. O atual trabalho de estúdio da banda, que chegou às lojas e aos serviços de streaming em 2016, é o álbum “Stronger than Ever”, mixado e masterizado pela dupla Jessie Vainio e Swante Forsback, ambos de conceituados estúdios da Finlândia, berço do metal mundial. O line-up do Hangar conta, no momento, com Pedro Campos (vocal), Cristiano Wortmann (guitarra), Nando Mello (baixo), Fábio Laguna (teclado) e Aquiles Priester (bateria).

PANIC

O Panic surgiu em Porto Alegre, no início dos anos 80. Lançado pela Woodstock Discos, em 1987, o LP “Rotten Church” colocou a banda no mapa do thrash metal nacional e, até hoje, é cultuado no mundo todo. O grupo, que passou os anos seguintes fazendo shows por toda a região sul, voltou ao estúdio em 1992, para gravar o seu segundo álbum. “Best Before End”, lançado pela Cogumelo Records, foi aclamado pelas suas composições complexas, com riffs agressivos e nervosos.

Entre idas e vindas, o Panic voltou a se estabelecer em 2017, com uma formação que atualmente reúne integrantes das suas mais diferentes fases. Regener Fortes (vocal), Gabriel Siqueira (guitarra), Victor Nichele (guitarra), Rexx Falk (baixo) e Everson Krentz (bateria) são os responsáveis por manter o legado do grupo intacto, com shows que misturam os clássicos dos seus dois álbuns e composições novas. Em 2018, “Rotten Church” foi relançado nos Estados Unidos pela WYLN Records, nos formatos LP, CD e K7.

REBAELLIUN

O Rebaelliun foi formado em 1998, em Porto Alegre. Proveniente de outras bandas de death metal que estiveram na ativa desde a década de 90 no nosso underground, a banda teve uma trajetória rápida e marcante. Seis meses após a sua criação, o grupo gravou a sua primeira demo tapa e viajou para a Europa, em uma excursão que durou três meses e rendeu cerca de 20 shows pelo Velho Continente e um contrato com o selo holandês Hammerheart Records.

O trio gaúcho, até o momento, já lançou dois EP’s, dois álbuns completos e fez outras várias turnês pela Europa. Com o respeito de boa parte da cena da música pesada, o Rebaelliun foi uma das bandas pioneiras a desenvolver uma carreira sólida fora do Brasil, tocando ao lado de ícones como Cannibal Corpse, Deicide, Vader e Behemoth. O grupo, um dos mais extremos e velozes da sua geração, se separou no início de 2002 e passou os anos seguintes em silêncio.

Em 2015, o Rebaelliun voltou à ativa e relançou todo o seu catálogo. “The Hell’s Decress”, o mais recente álbum do grupo, saiu em 2016 e levou a banda a participar de diversos festivais. Com uma nova edição de “Bringer of War”, com quatro músicas novas, o Rebaelliun embarcou para mais um giro pela Europa, com 22 datas ao lado do Pestilence. A turnê foi um sucesso, mas no retorno ao Brasil a banda sofreu um golpe: o falecimento do guitarrista e fundador Fabiano Penna. Apesar de profundamente abalados, Lohy Silveira (vocal e baixo) e Sandro Moreira (bateria) decidiram levar adiante o sonho de viver de death metal e recrutaram um novo guitarrista, Evandro Passos. Eles já estão trabalhando em novas composições.

9º RS METAL
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 2 de dezembro, domingo, a partir das 19h30

Cronograma:
19h – abertura da casa
19h30 – banda escolhida pela enquete no Facebook
20h30 – Rebaelliun
21h30 – Panic
22h30 – Hangar

Classificação: 16 anos

Ingressos:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 30
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 25
Inteira: R$ 50

Lote 2:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 35
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 30
Inteira: R$ 60

Lote 3:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 40
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 35
Inteira: R$ 70

Lote 4:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 45
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 40
Inteira: R$ 80

Lote 5:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 50
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 45
Inteira: R$ 90

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Demais descontos:
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.
* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro): Multisom Bourbon Wallig

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
– Multisom Porto Alegre: Shopping Praia de Belas, Iguatemi, Bourbon Ipiranga, Barra Shopping Sul, Shopping Total e Andradas 1001
– Multisom Região Metropolitana: Bourbon São Leopoldo, Bourbon Novo Hamburgo, Park Shopping Canoas e Canoas Shopping
– Online: www.blueticket.com.br/grupo/opiniao

Realização: Pisca Produtora e Opinião Produtora

Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Sobre Rock Gaúcho 6302 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!