Heitor Vallim fala de insônia em seu novo EP instrumental

Capa do EP "Insomnia" / Heitor Vallim

Cada um dos trabalhos de Heitor Vallim refletem a sua vivência. Em seu novo EP “Insomnia”, ele aborda o distúrbio que assombra cerca de 2 milhões de brasileiros por ano. Totalmente instrumental, o disco também conta com o clipe “Insomnia”, faixa-título. A música neo-clássica, eletrônica, synthwave e vaporwave influenciam de formas diferentes as quatro faixas, que retratam cada estágio da falta de sono.

“A primeira é a dificuldade de dormir (Insomnia); a segunda é o sono REM (Rapid Eye Movement); a seguinte são os constantes pesadelos nos cochilos (Nightmares Without Her); e a última é o paraíso, o dormir depois de todo o sofrimento (Sleep)”, explica Heitor Vallim.

Baseado na experiência da falta de sono, surgiu também o clipe “Insomnia”, que aparece na videografia de Heitor Vallim como uma experimentação estética, e não menos impactante.

“A ideia do clipe era que fosse algo simples e fosse dentro de um quadro. Para simular a ideia de estar preso em algum lugar (quarto) e ao mesmo tempo na minha cabeça. Queria passar as alucinações, a sensação de imobilidade que a privação do sono pode causar”, analisa Heitor.

Cruel, mas também criativo. Os momentos de insônia de Heitor Vallim renderam a vontade de tornar este problema a temática do EP. E foi também durante as horas acordados na madrugada que o músico produziu algumas canções.

“Assim como na música clássica temos as peças que falavam sobre histórias, temas da vida, eu resolvi retratar algo que é um problema que tenho desde a infância. A insônia pode trazer diversos problemas à saúde desde diabetes, até problemas mentais. A falta de sono se tornou fator importante na construção do Heitor, como pessoa. Devaneios, sonos R.E.M. alterados, falta de melatonina (hormônio produzido durante a fase escura do sono), mudanças de humor e até alucinações nos piores dias”, relata Heitor.

Heitor Vallim é um cantor, compositor, produtor e instrumentista de Santos, Litoral de São Paulo. Do folk norte-americano à MPB, com doses da melancolia do blues, o músico traz em seu currículo o EP “Naissance” (2016), e o disco “Calvário” (2018).

O EP “Insomnia” conta com arranjos, pianos, teclados, sintetizadores, beats e percussão de Heitor Vallim; Já os violinos são de Gustavo Chinarelli; e os samples de vozes, de Stella Novaes. As artes do EP e as fotos de imprensa são de Pedro Fujarra, com finalização de Heitor Vallim.

Assista o clipe de “Insomnia”: https://youtu.be/BXikhhjSBqo

Ouça o EP “Insomnia” no seu streaming favorito: https://song.link/album/i/1462823136

por OrBe Comunicação

Sobre Rock Gaúcho 1981 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.