Jazz, Blues, Rock, Choro e música Clássica são destaque na programação do Instituto Ling

Ari Borger Trio / Lilian Knobel

A programação do Instituto Ling para o mês de Outubro traz dois espetáculos musicais que destacam o jazz, o blues, o rock e o chorinho. A agenda musical do mês se completa com uma Audição Comentada de Jazz sobre o instrumentista e compositor Chick Corea e o curso sobre as sinfonias de Mozart.

No dia 18 de outubro (quinta-feira), às 20h, o pianista Ari Borger – pioneiro do Blues no Brasil – apresenta seu novo disco, intitulado Rock’n Jazz. Acompanhado de Humberto Zigler na bateria e Marcos Klis no baixo acústico – o trio toca junto há dez anos – o show destaca releituras de clássicos do rock, como Come Together (The Beatles), Miss You (The Rolling Stones), Sunshine of Your Love (Cream) e House of The Rising Sun (The Animals), que ganham arranjos jazzísticos, sem deixar de lado a influência do blues e do soul. Temas de pianistas da época de ouro da Blue Note Records e composições autorais influenciadas pelo som de New Orleans, blues e ritmos brasileiros, também fazem parte do repertório. Assista o teaser:

Também no dia 18 tem início o curso sobre as Sinfonias de Mozart. Em dois encontros (sempre às quintas-feiras), o compositor, arranjador e regente Marcelo Nadruz – criador do memorável grupo Raiz de Pedra – conta a história de um dos compositores definitivos da música clássica mundial, visitando suas principais obras, entre óperas e sinfonias, e as curiosidades por trás delas.

No sábado, 20 de outubro, às 17h, o centenário de Jacob do Bandolim – um dos maiores nomes e instrumentistas do choro de todos os tempos – será comemorado com um show do bandolinista Pedro Amorim, acompanhado de um dos principais grupos instrumentais da atualidade: o Regional Imperial, formado por João Camarero (violão 7 cordas), Junior Pita (violão), Lucas Arantes (cavaquinho) e Rafael Toledo (pandeiro).

No dia 25 de outubro, quinta-feira, o pianista João Maldonado é o convidado do jornalista Paulo Moreira para uma audição sobre a obra de um dos mais versáteis pianistas e compositores do jazz contemporâneo: Chick Corea.

Serviço
SHOW – Ari Borger Trio
Com Ari Borger (piano e fender rhoads), Marcos Klis (contrabaixo acústico) e Humberto Zigler (bateria)
Dia 18 de outubro (quinta-feira), às 20h
https://www.institutoling.org.br/index.php/programac-o-cultural/ari-borger-trio-18-10-2018-20h.html
Duração: 70 minutos
Classificação Etária: Livre
Ingressos: R$ 40 (50% desconto para estudantes, pessoas com deficiência e +60)

Pontos de venda
Online: Presencial: Instituto Ling (R. João Caetano, 440). De segunda a sexta-feira das 10h30 às 22h; sábados, das 10h30 às 20h.
Endereço: Rua João Caetano, 440 | Bairro Três Figueiras | Porto Alegre
Fone: 51 3533-5700 | Email: [email protected]

O disco Rock’n Jazz foi gravado ao vivo em estúdio em uma única seção, capturando toda emoção, energia e feeling que o estilo musical exige, como os grandes músicos de jazz e blues costumavam gravar. O grupo apresenta releituras para clássicos do rock e jazz, o que cativa muito o espectador. Há mais de dez anos se apresentando juntos, Ari Borger (piano e fender rhoads), Humberto Zigler (bateria) e Marcos Klis (contrabaixo acústico), possuem um grande e variado repertório. “Nosso som é bem misturado. É soul, blues, jazz e rock. Tentamos pegar todos esses estilos musicais e colocar numa linguagem única, tendo como inspiração a linguagem da musica negra norte-americana”, classifica Ari.

Em atividade desde 1985, Ari Borger é mestre em piano blues, boogie woogie e hammond B3. Foi o pioneiro em seus instrumentos e continua sendo o mais importante pianista e organista de blues do país. Abriu shows para artistas como B.B.King e tocou com grandes nomes do piano blues, como os mestres Johnnie Johnson e Pinetop Perkins – pianistas de Chuck Berry e Mudy Waters. Morou em New Orleans, onde gravou seu primeiro disco, e se apresentou nas mais renomadas casas de shows como Tipitina’s e House of Blues. Seus discos figuraram no TOP 10 da Real Blues Magazine, uma das mais importantes publicações do gênero. www.ariborger.com

Ouça o álbum Rock’N’Jazz aqui:

A programação musical é uma realização do Instituto Ling e Ministério da Cultura / Lei de Incentivo à Cultura / Governo Federal, com patrocínio da Crown Embalagens e curadoria e produção da Branco Produções.

CURSO – As Sinfonias de Mozart
Com Marcelo Nadruz
Dias 18 e 25 de outubro, das 19h30 às 21h30
Inscrições: https://www.institutoling.org.br/cursos/as-sinfonias-de-mozart.html
Investimento: R$ 180,00. Os valores podem ser parcelados em até 06 vezes nos cartões de crédito.
Ponto de venda presencial: Instituto Ling (R. João Caetano, 440). De segunda a sexta-feira das 10h30 às 22h; sábados, das 10h30 às 20h.

Wolfgang Amadeus Mozart viveu no século XVIII, mas foi imortalizado a partir de uma obra universal. Sua trajetória surpreende pela dose de inventividade e talento fora do comum, manifestadas desde a infância. Prodígio, compôs seu primeiro minueto aos quatro anos de idade. Aos seis, tocava com destreza cravo e violino e, aos oito, começou a escrever sua primeira sinfonia. A incrível trajetória de Mozart, precocemente falecido (aos 35 anos), serve de tema para o curso ministrado pelo regente Marcelo Nadruz. Em dois encontros, Marcelo conta a história de um dos compositores definitivos da música clássica mundial, visitando suas principais obras, entre óperas e sinfonias, e as curiosidades por trás delas.

Marcelo Nadruz é compositor, arranjador e regente. Como músico, leva na bagagem a experiência do grupo instrumental Raiz de Pedra, criado por ele nos anos noventa, mesclando jazz, música de concerto e música brasileira. Entre os instrumentos que toca, estão o violão popular, o violão clássico e o piano. Ao longo de seu desenvolvimento como músico, teve mestres como Haroldo Masi, Amália Creus e Guido Santórsola. Como compositor, criou mais de 300 obras, tanto no universo sinfônico, quanto no camerístico.

SHOW – Centenário de Jacob do Bandolim
Com Pedro Amorim & Regional Imperial
Dia 20 de outubro (sábado), às 17h
https://www.institutoling.org.br/index.php/programac-o-cultural/pedro-amorim-regional-imperial-centenario-de-jacob-do-bandolim-20-10-2018-17h.html
Classificação Etária: Livre
Ingressos: R$ 40 (50% desconto para estudantes, pessoas com deficiência e +60)

Pontos de venda
Online: Presencial: Instituto Ling (R. João Caetano, 440). De segunda a sexta-feira das 10h30 às 22h; sábados, das 10h30 às 20h.
Endereço: Rua João Caetano, 440 | Bairro Três Figueiras | Porto Alegre
Fone: 51 3533-5700 | Email: [email protected]

Bandolinista autodidata, influenciado por Jacob do Bandolim e Rossini Ferreira, Pedro Amorim tem oito discos gravados. Multi-instrumentista, toca também violão, cavaquinho, banjo e violão tenor. Começou com o conjunto Nó em Pingo D’Água em 1983 e, ao longo da carreira, participou de discos e shows de Elizeth Cardoso, Chico Buarque, Francis Hime, Hermínio Bello de Carvalho, Zé Renato, Moacyr Luz, Dona Ivone Lara, Nei Lopes, Altamiro Carrilho, Joel Nascimento, Turíbio Santos e muitos outros, tem parcerias como compositor com Paulo César Pinheiro, Nelson Sargento, Maurício Carrilho, Wilson Moreira e Délcio Carvalho, muitas delas gravadas por intérpretes como Maria Bethânia, Roberta Sá, Ney Matogrosso, Naná Vasconcelos, Teresa Cristina, Pedro Miranda e Ilessi. É um dos professores fundadores da Escola Portátil de Música, no Rio de Janeiro. O Regional Imperial, inspirado nos grandes regionais – grupos que se dedicam ao choro – tem percorrido o país, mostrando novos compositores e os clássicos do gênero.

A programação musical é uma realização do Instituto Ling e Ministério da Cultura / Lei de Incentivo à Cultura / Governo Federal, com patrocínio da Crown Embalagens e curadoria e produção da Branco Produções.

Audições Comentadas de Jazz – Chick Corea
Dia 25 de outubro (quinta-feira), das 19h30 às 21h30
Com Paulo Moreira e João Maldonado
Inscrições: https://www.institutoling.org.br/cursos/audicoes-comentadas-de-jazz-chick-corea.html
Investimento: R$ 40,00 (50% desconto para estudantes, pessoas com deficiência e +60)
Ponto de venda presencial: Instituto Ling (R. João Caetano, 440). De segunda a sexta-feira das 10h30 às 22h; sábados, das 10h30 às 20h.

No dia 25 de outubro, quinta-feira, das 19h30 às 21h30, o pianista João Maldonado é o convidado do jornalista Paulo Moreira para uma audição sobre a obra de um dos mais versáteis pianistas e compositores do jazz contemporâneo: Chick Corea.

Chick Corea aprendeu a tocar piano aos cinco anos de idade. Aos oito, começou a estudar bateria, o que posteriormente lhe daria a habilidade de transformar o piano em instrumento de percussão. Começou a apresentar-se ainda adolescente, num clube de jazz local, em Chelsea/EUA, sua cidade natal. Ao mudar-se para Nova York, estudou na Columbia e na Julliard, o mais prestigioso conservatório musical do país. Iniciou sua carreira como instrumentista nas bandas de Blue Mitchell, Willie Bobo e Santamaria.

Talento reconhecido em todo o mundo, Corea tocou com os maiores músicos de jazz das últimas décadas, como Miles Davis, Herbie Hancock, Gary Burton, John Patitucci e os brasileiros Airto Moreira e Flora Purim. Gravou cerca de cem álbuns e ganhou 12 Grammy Awards, o maior prêmio da indústria fonográfica americana.

João Maldonado é um dos instrumentistas mais respeitados da cena jazzística de Porto Alegre. Tem mais de 40 obras gravadas, também com diversos músicos como Charles Master, Solon Fishbone, Fernando Noronha, Garotos da Rua e Acústicos e Valvulados. Em 1998, foi considerado o melhor músico de blues do Chile. Tocou com vários artistas e bandas, como o pianista de BB King, Ron Levy, e os guitarristas norte-americanos Kenny Neal e Larry McCray.

Paulo Moreira tem 33 anos de carreira, na sua maioria dedicados à produção, redação e radiodifusão de conteúdos musicais. Atuou na Rádio 102 FM, de 1994 a 1996, produzindo o programa “Jam Session”, apresentado por Ruy Carlos Ostermann. De 1997 a 1999, exerceu crítica de música e cinema no jornal Correio do Povo, e produziu e apresentou o programa Sessão Jazz na rádio FM Cultura por quase 20 anos. Realizou cursos sobre História do Jazz e do Rock durante quatro anos dentro da programação do StudioClio.

Esta atividade tem patrocínio da Crown Embalagens e financiamento do Ministério da Cultura, Governo Federal.

Sobre o Instituto Ling

Criado e mantido pela família Ling desde 1995, o Instituto Ling é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a transformação da sociedade através da educação e da cultura.

O Instituto Ling atua em três segmentos: Educação, Cultura e Saúde. Sua missão é promover o desenvolvimento humano e a evolução da sociedade através da disseminação de diferentes formas do conhecimento, da liberdade de pensamento, da valorização da cultura e da saúde. A abertura de seu Centro Cultural em Porto Alegre, no ano de 2014, ampliou e solidificou a atuação do Instituto, firmando-o como centro de referência na disseminação do conhecimento e do livre- pensar, fomentador da educação de excelência em seus múltiplos formatos e provedor de serviços e produtos culturais diferenciados, com elevado padrão de qualidade e estética.

Na área da saúde, o Instituto Ling estabeleceu parceria com o Hospital Moinhos de Vento, em 2015, para a implantação de um centro de referência no tratamento do câncer em Porto Alegre.

A família Ling, mantenedora do Instituto, é proprietária da “holding company” Évora. O grupo empresarial produz e comercializa latas de alumínio para bebidas, não-tecidos de polipropileno (usados principalmente na produção de descartáveis higiênicos) e tampas plásticas para bebidas e produtos de higiene e beleza.

www.institutoling.org.br
Endereço: Rua João Caetano, 440 | Bairro Três Figueiras | Porto Alegre
Fone: 51 3533-5700 | Email: [email protected]

Sobre Rock Gaúcho 6521 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!