Kikee lança o álbum Transição

Capa do álbum "Transição", de Kikee / Divulgação

Kikee apresenta o álbum Transição, lançado em 24 de maio. Cada canção é o resultado de quase 2 anos de pesquisas e experimentações da música pop, latina e eletrônica contemporânea. O disco registra a progressão de uma sonoridade acústica para outra com elementos eletrônicos, que acompanha o crescimento musical e pessoal do artista e produtor.

Transição apresenta canções sobre autoconhecimento, conflitos internos e reflexões sobre as relações e a sociedade. As letras descrevem uma jornada de aprendizado e aceitação, dialogando com a vida e com a atualidade. Para convidar o ouvinte à jornada, Kikee cria diferentes atmosferas sonoras para as canções, conectando as letras e as músicas.

Outro diferencial é que o artista participa de toda a produção, desde a composição, arranjos, gravações, mixagem e videoclipes. Os videoclipes misturam o processo tradicional de produção com o desenvolvimento de algoritmos de processamento de imagem próprios do artista. Kikee faz colaborações com artistas e profissionais de diferentes áreas para se aperfeiçoar e reforçar a importância da colaboração na cena independente).

As canções de destaque do álbum são:
Jardim: apresenta a relação de afeto que o artista está desenvolvendo com o seu próprio ser, fazendo analogia a um Jardim que precisa de cuidado para florescer e prosperar. A sonoridade combina elementos da música oriental, eletrônica e folk (assista ao clipe).
Inversamente: conta a história de uma relação intensa e divertida que é interrompida por uma viagem. A sonoridade é enérgica e tem origem na música latina, com destaque a um solo de trompete sampleado.
Vampiro Emocional: apresenta, de um jeito dançante, um desabafo sobre pessoas que sugam a nossa energia. A sonoridade é carregada de tensão, como em um filme de terror, e tem referências do indie rock dos anos 2000. Mas, no final, tudo acaba em festa (assista ao lyric video).
Monóxido: é um pop experimental que constata o fim de um relacionamento. Kikee explora elementos eletrônicos que remetem à uma atmosfera industrial, tóxica, que tem origem no pop contemporâneo e no techno industrial (assista ao clipe).
Substancial: aborda a solidão sentida ao se viver em uma sociedade materialista. A sonoridade é criada através de sintetizadores e efeitos com limitações técnicas similares às das trilhas sonoras dos jogos de SNES. A atmosfera de jogo se relaciona com a competição criada pelo materialismo.
Desacomodar: dançante e suingada, nos motiva a sair da zona de conforto, buscar novas ideias e encontrar a verdade por conta própria. A sonoridade é cheia de brasilidades, com um tom de urgência e uma bateria quadrada e sampleada.

Para conhecer o álbum e o artista, você pode acessar o canal no YouTube e no Spotify.

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC4YuG-n6pFWKuH8AJzfFA-g
Spotify: https://open.spotify.com/artist/5bFrKUk4PVHbsvwrMvqASM
Outros serviços de Streaming: https://album.link/s/6C9xzw91pxLqCoboihWbbi

Sobre Rock Gaúcho 3008 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.