Lagunna

Mil novecentos e noventa e sete. Quatro amigos de faculdade descobrem suas afinidades musicais e a vontade de tocar juntos e montam, em Santo André, o LAGUNNA. Inspirados no blues, rock anos 50, 60 e pop dos 80, Ivan Volpe (vocais), Nani Lima (guitarra), Léo Nelli (baixo) e Eric Prisco (bateria), começam a se apresentar em casas de shows e bares da Grande São Paulo. Dois mil e um. Aquecidos pelos shows, decidem que é a hora de investir em composições próprias. Nasce o primeiro cd, Laguna, com 11 faixas compostas pelo grupo e uma versão de Como num Sonho de Renato e Seus Blue Caps. Dois mil e dois. O LAGUNNA lança seu segundo CD, Laguna ao Vivo, gravado no Teatro Municipal de Santo André, com uma mescla das músicas do primeiro CD, e algumas versões de grandes nomes da música Mundial. No show, gravam o primeiro clipe com a faixa Nada a Dizer, veiculado na MTV. Dois mil e três. Com composições veiculadas nas rádios, são convidados para abrir o show da banda Deep Purple no ATL Hall (RJ). Banda independente, nesses sete anos o LAGUNNA se apresentou na capital, interior e litoral de São Paulo, participou de programas de TV e rádios. Tocando na inauguração dos estúdios da Kiss fm, conhecem Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura, que se tornará um grande parceiro e produtor musical do grupo. Chegamos a dois mil e cinco. A parceria com Andreas Kisser resulta no terceiro CD independente do grupo, Intro. Produzido por Andreas, traz 12 composições da banda. Gravado nos estúdios Ferretti/BH (estúdio onde o Skank produziu o álbum Cosmotron) com o apoio de Samuel Rosa, Henrique Portugal e Aroldo Ferretti, e Anonimato/SP. A mixagem ficou a cargo do técnico de som do Seputura Stanley Soares e masterização por Carlos Freitas do Estúdio Classic Master (SP). O LAGUNNA continua na estrada, mostrando em seus shows suas composições, mas sem deixar de lado suas influências dos clássicos dos Beatles e Mutantes ao som moderno de Oasis e Cold Play.

Contato:
E-Mail: [email protected]
Site: http://www.lagunna.com.br