Lenine apresenta novo álbum no Opinião

Lenine / Rogério von Krüger

Com previsão para chegar às lojas e aos serviços de streaming em maio, o álbum “Lenine em Trânsito” será a grande atração do show que o cantautor pernambucano vai fazer no palco do Opinião, no dia 22 de junho. O registro, 13º trabalho de estúdio dessa que é uma das maiores referências da música brasileira de todos os tempos, será mostrado em primeira mão em Porto Alegre, reunindo uma porção de canções inéditas, totalmente desconhecidas do público até o momento, e os grandes hits que marcaram a trajetória do artista, como “Tubi Tupy” e “É o que me Interessa”. Vencedor de cinco prêmios Grammy e um extenso currículo, que conta com uma centena de parcerias, músicas feitas especialmente para a trilha sonora de novelas e turnês realizadas pela Europa, Estados Unidos e Japão, Lenine vai ter a companhia dos músicos Bruno Giorgi (guitarra), JR Tostoi (guitarra), Guila (baixo e synth) e Pantico Rocha (bateria) também para a execução de algumas faixas retiradas dos clássicos “Baque Solto” e “Olho de Peixe”, consideradas obras seminais da nossa MPB. A tour “Lenine em Trânsito” conta ainda com o patrocínio da Petrobras.

LENINE

Filho de José Geraldo e Dayse Pimentel, Lenine (assim chamado por conta de uma homenagem do pai socialista ao líder soviético) demonstrou interesse pela música ainda criança. Na época, seu objeto de desejo – o violão da irmã mais velha – era tocado clandestinamente, quando conseguia roubar a chave do armário onde ficava guardado o instrumento. Aos 17 anos, fã do rock’n’roll e já impactado pela sonoridade do Clube da Esquina, ingressou na faculdade de Engenharia Química. Na época, começava a arranhar as suas primeiras composições.

Aos 20 anos, abandonou o curso e foi morar no Rio de Janeiro, dividindo a casa e o sonho de viver de música com outros amigos e também compositores. Em 1983, gravou com Lula Queiroga o seu primeiro LP, chamado “Baque Solto”, a convite de Roberto Menescal. Até o seu segundo álbum, que demorou dez anos para sair, Lenine aproveitou o tempo participando de rodas de samba e compondo temas para os blocos cariocas de carnaval, como “Simpatia é Quase Amor” e “Suvaco de Cristo”.

Em 1989, Elba Ramalho foi a primeira a gravar “A Roda do Tempo”, de autoria de Lenine e Bráulio Tavares, no disco “Popular Brasileira”. Requisitado para compor trilhas sonoras de novelas e também para outros artistas, o cantor lançou, em 1993, o álbum “Olho de Peixe”, considerado por ele próprio o seu trabalho mais importante. O registro rendeu turnês pelos Estados Unidos, Europa e até mesmo pela Ásia. O alto nível de suas composições foi mantido em 1997, com o disco “O Dia em que Faremos Contato”; e em 1999, com “Na Pressão”. Ambos trabalhos figuraram na lista de mais vendidos em vários países, como França, Japão e Canadá.

Depois de outros álbuns, DVD’s ao vivo e projetos musicais, como o parisiense “Carta Blanche”. Lenine lançou em 2006 o disco “Acústico MTV”, premiado com o Grammy Latino na categoria “Melhor CD Pop Contemporâneo”. Com vários outros prêmios no currículo, o cantor celebrou 30 anos de carreira em 2013, com diversos espetáculos e a gravação de um documentário sobre a sua trajetória. Ele ainda passou pelos palcos do Rock in Rio e do Rock in Rio Lisboa antes de soltar o álbum “Carbono”, que rendeu mais uma série de apresentações Brasil afora, em 2015. O seu 13º trabalho de estúdio se chama “Lenine em Trânsito” e está chegando às lojas nesse primeiro semestre de 2018.

LENINE
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 22 de junho, sexta-feira, a partir das 20h
Abertura da casa: 18h30
Classificação: 14 anos

Ingressos:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 70
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 65
Inteira: R$ 130

Lote 2:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 85
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 80
Inteira: R$ 160

Lote 3:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 100
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 95
Inteira: R$ 190

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Demais descontos:
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto
* 50% para jovens pertencentes à famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro): Youcom Bourbon Wallig

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
– Youcom: Shopping Praia de Belas, Iguatemi, Bourbon Ipiranga, Barra Shopping Sul, Shopping Total, Bourbon São Leopoldo, Bourbon Novo Hamburgo, Park Shopping Canoas e Canoas Shopping
– Multisom: Andradas 1001 (Centro de Porto Alegre)
– Online: www.blueticket.com.br/grupo/opiniao

Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Sobre Rock Gaúcho 6452 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!