Morgan Le Femme lança EP no Dr. Jekyll

Em março de 2006, surge a banda Morgan Le Femme.

Levou algum tempo para definir o nome da banda, mas todas concordavam que seria algo em torno de “Morgan”. Foi quando se depararam com a lenda da Távola Redonda, em que Morgan Le Fay, a irmã feiticeira do Rei Arthur, exercia papel de grande respeito entre homens e mulheres. O aspecto mágico de Morgan Le Fay foi a principal ligação com a sensação das garotas sobre a banda. “Era a identidade que procurávamos. Adotamos o nome optando pela variação ´Le Femme´, para evitar possíveis desgastes autorais na justiça” – diz a vocalista Panny.

Atualmente, o maior desafio da banda é conquistar o seu próprio público interpretando – com muito entusiasmo – grandes clássicos do rock and roll e, é claro, com as composições de seu primeiro EP, intitulado EP – Verde.

O EP conta com quatro músicas de autoria da banda. Na musica intitulada Lady Morgan, a banda retrata as loucuras de uma garota que parece estar vivendo a lenda de curtir a vida sem pensar no amanhã, quando no fundo, está se autodestruindo na tentativa de apagar um amor do passado. Apesar da coincidência no nome, a postura de Morgan na música é o extremo oposto das integrantes da banda. Já O Cara do Bar, tem uma letra mais descontraída, totalmente descompromissada, na qual as garotas relatam um fato real ocorrido no início da banda. Johnny Superstar te convida para dançar com uma levada mais rockabilly, uma das muitas influências da banda. Larga Desse Papo dá uma resposta cheia de atitude aos enroladores de plantão, intimando-os a cortar a conversa fiada e curtir o momento sem medo do que está por vir.

Qual a pretensão nas letras e composições? Nenhuma. Apenas expor a necessidade urgente de juventude, de diversão, de amor e de evolução!

A banda tem em seu currículo apresentações em festivais independentes importantes como o GIG ROCK 5, em Porto Alegre (RS), e no MACONDO CIRCUS, em Santa Maria (RS). Em recente publicação regional foi definida como: “O instrumental das garotas se aproxima de Creedence e Paul McCartney, mas a bela voz de Panny acrescenta uma pitada ‘black’ ao resultado” pelo jornalista Paulo Germano.

A paixão das gurias por seus instrumentos e a alegria que sentem por tocarem juntas é perceptível nos shows. É contagiante!

A MORGAN LE FEMME é:
Panny – vocal
Mick – guitarra
Djum – bateria
Gabe – baixo

Contatos:
Fone: (51) 9318-7169 (com Juliano Fraga)
E-mail: [email protected]

Serviço da Festa:
LOCAL : Dr. Jekyll – Travessa do Carmo, 76 – Porto Alegre / RS;
DATA: 26/11/2010 – Sexta
HORA: 23 horas
INGRESSOS: R$ 15,00 no local ou R$ 10,00 com nome na lista –  [email protected]
NO SOM: DJ Claudio Cunha
Banda Convidada: Rock de Calcinha

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!