Morrostock anuncia bandas brasileiras e latinas em sua 12ª edição

Dingo Bells / Rodrigo Marroni

O Morrostock é atualmente uma referência nos festivais brasileiros de música. Realiza sua décima segunda edição entre os dias 30 de novembro e 02 de dezembro de 2018 na cidade de Santa Maria, no Balneário Ouro Verde, prometendo mais de 30 shows em dias e noites de muita música, harmonia e diversão em seu acampamento ‘fora do tempo’. Que este é um dos festivais mais vibrantes do extremo sul do Brasil ninguém duvida. Feito com muita determinação, dedicação, curadoria colaborativa e uma equipe apaixonada pela ideia, o festival acontece em um grande acampamento ao ar livre, onde o público compartilha experiências com compositores, bandas e artistas de todas as artes e de todas as partes do país em meio à natureza e tem acesso a oficinas, teatro, atividades ao ar livre, cachoeira, trilhas incríveis e muita harmonia.

As novidades são muitas e o “Morro” vai formando seu line-up com carinho e muita qualidade. As primeiras atrações, anunciadas lá em julho, já dava o astral da grande festa que será esta edição, com Cordel do Fogo Encantado, Letrux e a argentina Ninfas. Agora estão confirmadas outras potências, como Três Marias, Ema Stoned, Dingo Bells, Molho Negro, Os Replicantes, Bia Ferreira, Elegante La Imperial, Cholo Power, Morbo y Mambo, numa programação que equilibra brasileiros, latinos de vários países da América e muitos estilos. Confira alguns desses destaques:

Bia Ferreira, do Sergipe, é um dos destaques da programação desse ano, chega portando o estandarte de uma negritude musical performática em gesto, fala, som e cordas. Compositora, com potente trabalho autoral, brasileira sem clichê, moderna sem forçar a barra, batuqueira natural, de musicalidade profunda, suavidade jazzística, e devota suprema do balanço, Bia é artista do gueto e sua voz é dissonante e ativista.

Mesmo sem grana, sem apartamento e sem as toalhas brancas no camarim, Molho Negro, banda paraense, coloca em xeque a sua perspectiva artística e a sua visão de mundo e dá um passo necessário para seguir em frente sem se tornar uma caricatura de si mesmo. A angústia e a raiva continuam, mas surgem de outros questionamentos e percorrem novos caminhos. Sai a preocupação de pegar uma menina na festinha ou de estar em dia com “as novas bandas da moda” e entra o choque absoluto de viver em um país brutal e desigual, em um tempo e espaço marcados por egoísmo, violência, consumismo e darwinismo social.

A banda gaúcha Dingo Bells está divulgando o álbum Todo Mundo Vai Mudar, contemplado pelo projeto Natura Musical e que traz dez faixas compostas por Diogo Brochmann, Felipe Kautz, Rodrigo Fischmann, além de Fabricio Gambogi, guitarrista e arranjador parceiro do grupo. As músicas refletem sobre os diferentes aspectos de mudança que uma pessoa pode viver – seja física, geográfica, imaginária ou espiritual. Em meio a um olhar sobre a sociedade moderna e seus comportamentos erráticos, eventos fugazes e tsunamis de informação, uma certeza emerge na faixa título do álbum: “um dia todo mundo vai mudar”, entendida aqui como processo constante e não como evento futuro. A ver!

O folclore peruano e latino-americano combinado ao poder do rock é a proposta da Cholo Power pros morrostockianos. A banda vem circulando por festivais na América e é a primeira vez que vem ao RS.

Ema Stoned surgiu como um quarteto feminino fortemente influenciado por rock psicodélico, noise, jazz e experimentalismo. Neste formação de trio desde 2014, traz o frescor do rock instrumental feminino de Alessandra Duarte (guitarra), Elke Lamers (baixo) e Jéssica Fulganio (bateria e vocais). A banda teve passagens arrebatadoras com a “around galaxies tour” por expressivos festivais em São Paulo no fim de 2017: Fora da Casinha, Febre, PIB, SIM São Paulo, 3×1. Neste ano aterrissaram no Psicodália, em Santa Catarina, Bananada em Goiânia, Virada Cultural SP e Sonido em Belém (PA). Ema Stoned também já dividiu o palco com os alemães do Art Against Agony e com o japonês Makoto Kawabata (Acid Mothers Temple). Atualmente em pré-produção do próximo trabalho, a banda segue em turnê levando “around galaxies tour” para novas regiões do Brasil.

MORROSTOCK 2018
De 30 de novembro a 02 de dezembro de 2018
Balneário Ouro Verde / Três Barras – Santa Maria/RS
Veja onde fica: Localização no GoogleMaps

Ingressos:
– R$ 160,00 – valor de meia-entrada para estudantes, professores, jovens de baixa renda atendidos por programas sociais do governo e idosos
– R$ 190,00 promocional valor acessível a todos mediante entrega de 1kg de alimento que será doado para a instituição Cozinheiros do Bem
– R$ 320,00 – inteira

Ponto de venda/ Sympla: http://www.sympla.com.br/morrostock

Realização: Marquise 51 | Nomad – Gamana

Sobre Rock Gaúcho 6529 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!