Música flamenca e anti conservadorismo em novo clipe de Tai Veroto

Trecho do clipe "E se o prédio desabar?", do Tai Veroto

Ao invés de romantismo, medo e angústia. A partir desta premissa, o cantor e compositor Tai Veroto (Santos/SP) lança o single e clipe “E Se o Prédio Desabar?”, um ensaio musical sobre estar assustado e viver no susto. A música une elementos épicos com pitadas de rock, MPB e música flamenca e conta a história de quem se apequena ao se deparar com a realidade voraz. Enquanto o clipe conta com a direção de Bárbara Lins, esta é a primeira canção em que Tai trabalhou sozinho do início ao fim: compôs, produziu, arranjou, gravou, mixou e masterizou em seu “home studio”.

“Pela primeira vez, por vontade e necessidade, tomo coragem para produzir e gravar sozinho minhas composições, com todas as dores e glórias desse tipo de processo. Amo e acho importantíssimo produzir e gravar com outros olhares e diferentes opiniões na mesa, mas há uma liberdade criativa bastante interessante em tomar conta de todo o processo.”, orgulha-se Tai Veroto.

Como se desabafasse em uma carta, a métrica da canção, inicialmente, foi imaginada como uma seresta romântica de décadas atrás, só que ao contrário. Ao invés do amor e romantismo, sentimentos mais pesados como o terror de quem acompanha as notícias nos últimos meses. Tai Veroto busca, em “E Se o Prédio Desabar?”, conectar-se com quem também se vê sozinho em épocas como a que vivemos.

“Quando comecei a trazer a musicalidade para a letra e produzir os arranjos, queria algo que trouxesse ainda mais essa angústia que estamos vivendo, por isso criei essa ‘escada cromática’ de acordes que vão subindo em tom e velocidade até, finalmente, desaguarem num refrão melódico e cadenciado, um pequeno alívio no meio da tempestade. Para fechar a contação da história, chegamos à parte final da canção: um desabafo dançante de quem às vezes só quer balançar o corpo e gritar.”, define o artista.

O lançamento do single e clipe “E Se o Prédio Desabar?” inicia a série de lançamentos que sucede o álbum de estreia, “Vamos” (2019). O artista planeja para este ano o lançamento de mais três singles: um disco/funk, um bolero/rock e um blues/rock. As faixas vão fazer parte do próximo EP “Dançar de Olhos Fechados” com previsão de lançamento para 2021, fechando assim sua trilogia inicial de lançamentos: “Antes Que Tentem Nos Desiludir” (2017), “Vamos” (2019), “Dançar de Olhos Fechados”, (2021).

Em sua carreira o músico traz também participações como jurado nas duas temporadas do programa “Canta Comigo” (Record). Com estilo inusitado e voz marcante, Tai Veroto é um dos nomes para se acompanhar na nova safra da música brasileira. Faz parte de sua musicalidade misturar estilos como o rock alternativo e a MPB, com a energia do blues e do soul.

Assista “E Se o Prédio Desabar?”: https://youtu.be/3-uLvliuwDA
Ouça “E se o prédio desabar?” nos streamings: https://tratore.ffm.to/taiveroto

por OrBe Comunicação

Sobre Rock Gaúcho 2881 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.