mutuca ALPHAGROUP

Mutuca (Carlos Eduardo Weyrauch) +++ Nascido em 1946 é um dos nomes importantes do Rock Gaúcho, com 40 anos de rock nos palcos de Porto Alegre, apresenta um repertório escolhido entre as músicas que marcaram em sua carreira, complementando com algumas de suas composições. Sua banda Mutuca & Alphagroup apresenta os músicos JAIME PIETA (guitarra solo e vocal), ECO ALVARES (teclados e vocal), EZEQUIEL GUARNIERI (baixo), RAULINO SANTOS (bateria) e MUTUCA (vocal principal e guitarra base). A Banda apresenta um Repertório com músicas de Mutuca, Nei Lisboa, Beatles, Rolling Stones, Doors, Eric Clapton, Thin Lizzy, The Who, Jimi Hendrix, Led Zeppelin, Steppenwolf e outros clássicos do RockNRoll. MUTUCA, aos 9 anos de idade (1955), presenciou o lançamento do rock’n’roll em Porto Alegre com a chegada dos discos 78 rotações e do Long Playing de 10 polegadas, de Bill Haley e Seus Cometas e do rei Elvis Presley. Numa festa de aniversário de um vizinho (1956), cantou Tutti-Frutti. Em 1959, ouviu os Lps da banda americana The Ventures e sentiu-se motivado a participar de um conjunto de rock. Aos 17 anos (1963), viu a chegada dos discos dos Beatles, ganhou um violão de sua avó e começou a fazer aulas com o professor Alan Kardek da Silva. No ano de 66, entrou para o conjunto OS INCÓGNITOS, na rua da Azenha, como cantor. No ano seguinte, reformulou a banda, que passou a se chamar Alphagroup. No dia de seu aniversário de 21 anos (1967), debutou na noite, em Caxias do Sul – Boate Kon-Tiki, como bandleader do ALPHAGROUP. Tocaram músicas de: Beatles, Rolling Stones, Troggs, Monkees e Animals. Logo estava apresentando uma composição sua, Lisa In Love. Aos 23 anos (1969), formou nova banda, o SUCCO, com Cláudio Vera Cruz (guitarra solo), Moka Lucena (guitarra base), Flávio Chaminé (baixo) e João Manuel Blattner (bateria), com quem participou do histórico II Festival de Música Popular da Faculdade de Arquitetura, com a música Nem Só De Graves Vive O Homem, de autoria de Chaminé e Vera Cruz. Chegaram à noite final, conseguindo sexto lugar. Apresentou sua composição Yê-Yê Barato, no espetáculo Dia Um (1969), de Wanderley Falkenberg e Luís Santana, onde participou como cantor, ao lado de Wanderley (violão e vocal), Chaminé (baixo e vocal), Moka Lucena (guitarra), Da Graça Magliani (vocal), Giba-Giba (sopapo) e Bacardi (bateria). Em 1973, participou como cantor, tocando violão de 12 cordas, no espetáculo de Wanderley Falkenberg e Cláudio Levitan: Amelita, Cabeça, Corpo & Membros. Os músicos eram Wanderley (vocal e violão), Levitan (vocal e violino), Chaminé (baixo), Roberto Patota (guitarra) e Lauro Ney (bateria). Em 1975 forma outra banda, A BARRA DO PORTO, onde atuou como cantor e compositor. O grupo era formado por Bebeco Garcia (guitarra solo), Felipe Soares (guitarra base), Bugo Silveira (baixo) e Rogério Collares (bateria), depois Edinho Galhardi. A partir de 1980 toca com a banda ÓCULOS ESCUROS, ainda com Bebeco e Edinho, mais o baixista João Fondaik, depois Renato Machado. Em 85, formou o grupo performático OS IRMÃOS BROTHERS, onde atuou como cantor e guitarrista, com Léo Ferlauto (piano e vocal), Careca da Silva (bateria e vocal) e Flávio Chaminé (baixo e vocal). Aos 43 anos, formou a banda de rock-soul BRIC-BROTHERS, onde atuou como cantor, com Chaminé (baixo), Deio Escobar (guitarra), Fernando Pezão (teclados) e KCláudio Mattos (bateria). Em 1991 cria a banda MUTUCA E OS ANIMAIS, onde atuou como cantor, com Marcelo Truda (guitarra), Chaminé (baixo), Edinho Galhardi (bateria) e Ricardo Cordeiro (saxofone). Depois de várias mudanças no elenco, gravou o CD Hot Club (Barulhinho – 1999), como cantor, compositor e guitarrista base, com Paulinho Supekovia (guitarra solo), Sérgio Stosch (teclados), Lúcio Vargas (baixo) e Duda Guedes (bateria). O CD foi indicado para o Prêmio Açorianos, incluindo os hits Entrei Numa Fria e Blues da Casa Torta. Trabalhou, a seguir, com vários músicos de rock da cidade, incluindo Christian Iwers (guitarra), Marcelo Abreu (baixo), Eco Álvares (teclados), Paulo Lata Velha (saxofone), Luís Tavares (percussão), Inácio do Canto (baixo), Mola Ferrão (guitarra), Jorge Buz (bateria), Jaime Pieta Jr (guitarra), Lúcio Vargas (baixo) e João Manuel Blattner (bateria). Hoje, aos 60 anos de idade, Mutuca apresenta sua nova formação de banda: MUTUCA & ALPHAGROUP Jaime (guitarra solo, vocal) Eco (teclados, vocal) Mutuca (vocal, guitarra base) Ezequiel (baixo) Raulino (bateria) Mutuca apresenta na Rádio Ipanema de Porto Alegre, o programa HOT CLUB DO MUTUCA, todos os sábados, das 17h às 19h.

Contato:
E-Mail: [email protected]