Noite dos Museus abrirá 14 espaços culturais de Porto Alegre neste sábado com mais de 60 apresentações gratuitas

Planetário no Noite dos Museus 2018 / Felipe Fraga

Pelo quarto ano consecutivo, o Noite dos Museus movimentará as ruas e os espaços culturais da capital gaúcha unindo história, cultura e interatividade. O projeto, que segue crescendo desde sua primeira edição, abrirá 14 instituições, levando mais de 60 apresentações gratuitas para dentro dos museus e a Praça da Alfândega.

Neste sábado, dia 18 de maio, os espaços culturais estarão disponíveis para visitação em horário diferenciado, das 19h até à 1h. A única exceção é a Fundação Iberê Camargo que, por decisão dos seus gestores, ficará aberta somente até às 22h, com liberação apenas do primeiro andar.

Além das exposições vigentes e os acervos das instituições, o público também poderá conferir pocket shows, intervenções de teatro e dança, performances de slam, bate-papo e até workshop sobre culinária dentro dos museus. O roteiro cultural foi concebido por um conselho artístico formado pela equipe da produtora Rompecabezas e os consultores convidados: o gestor cultural paulistano Bruno Assami e o jornalista gaúcho Roger Lerina.

MÚSICA
Assim como nas três primeiras edições, o Noite dos Museus misturará pocket shows de nomes consagrados e novos talentos de diferentes estilos que vão desde o pop rock ao erudito, do tradicionalismo ao jazz e blues, gerando uma troca de experiência enriquecedora. Alguns dos destaques desse ano são Duca Leindecker, Frank Jorge, Arthur de Faria, Gelpi e Funkalister. Além deles, também participam Aluisio Rockembach Quarteto, a artista Carina Levitan, o projeto Ortácio, Borghetti, Salazar & Poty, as cantoras Bibiana Petek, Daya Moraes e Valéria, os guitarristas Erick Endres e Solon Fishbone, a violinista e etnomusicóloga Clarissa Ferreira, o cantor Daniel Debiagi, o artista Le Batilli, os violões de Érico Moura e Oly Jr., o músico Jimi Joe, as bandas Calote, Samba e Amor e AfroEntes, o compositor pop Madblush, o projeto solo do cantor Sandro Saldanha, intitulado Saldana, e a voz e o piano de Dunia Elias.

Grandes destaques da música instrumental também estão confirmados na programação deste ano: o acordeon de Luciano Maia, o chorinho de Mathias 7 Cordas, o duo de violões de Andrea Perrone e Thaís Nascimento e a mistura de música afro-brasileira e jazz do Kiai Grupo. Participam ainda o Grupo Pituna, os conjuntos La Digna Rabia, Rafa 16 & Caco Velho Quinteto, os grupos Karmã, Mainô Canto e Tambor, Gruvorama e Trabalhos Espaciais Manuais, a orquestra feminina de bateria e percussão As Batucas, a Banda da Brigada Militar e o concerto musical Uma Noite Balaio de Cordas, de Felipe Azevedo & Angelo Primon.

DANÇA
A dança ganhará espaço no evento em três montagens: o espetáculo Tóin: Dança para bebês, da Muovere Cia de Dança, voltado para o público da primeira infância e seus pais; a montagem Manchas Urbanas, que circulará pelas ruas do Centro; e uma performance da Geda Cia de Dança, criada especialmente para ser apresentada no Museu Júlio de Castilhos durante o evento. Com o espetáculo Uma noite para criar, um dia para dançar, o grupo mostrará movimentos coreográficos baseados nas cartas de amor trocadas entre o governador Júlio de Castilhos e sua esposa Honorina.

TEATRO
Já o teatro estará presente no projeto com participações dentro e fora dos museus e lançará a oportunidade do público e personalidades debaterem sobre temas importantes. No Museu da Santa Casa, haverá uma programação combinada, que inicia com uma intervenção do espetáculo Lembranças no Lago Dourado, que fala sobre os as limitações da velhice, seguida de um bate-papo sobre a terceira idade com Nora Prado (diretora do espetáculo) e Zoravia Bettiol (artista plástica, mãe de Nora). Enquanto isso, na rua, o cortejo do grupo Maracatu Truvão passará pelo Museu de Arte Contemporânea, o Museu Hipólito da Costa e a Praça da Alfândega. Durante a noite, o público também poderá conferir trechos do espetáculo Mulheragem, em duas sessões; enquanto no Planetário haverá uma atração circense especial para as crianças: a Companhia H, com o espetáculo Gran Fuleiro Circus. Além disso, a artista Andressa Cantergiani mostrará mais um de seus trabalhos engajados no universo feminino, com a performance Misstake.

LITERATURA
A literatura entrará no Noite dos Museus representada pelo Especial Slam Peleia, que vai simular uma edição do campeonato de poesia falada criado especialmente para o evento. “A programação foi pensada para incluir propostas artísticas pouco conhecidas, de nicho, que têm um público específico. Isso oportuniza que um grande público tenha acesso às propostas que geralmente estão em locais que eles não costumam frequentar. Um exemplo disso é o especial do Slam Peleia, que geralmente acontece na rua, mas que vai ocorrer dentro do MARGS. A ideia de criar esse contraste, colocando atrações em locais onde geralmente não está o público dela, faz parte do nosso compromisso de formação de público”, explica Rodrigo Nascimento, idealizador do Noite dos Museus.

GASTRONOMIA
Pela primeira vez, haverá também um workshop de culinária na programação do evento. Às 21h, o chef senegalês Mamadou Sène estará no Museu da UFRGS montando um prato e conversando com o público sobre a influência da cultura de seu país na cozinha. A atividade dialoga com a exposição Migrações à Mesa, que trabalha a temática da alimentação por meio de curadoria compartilhada com famílias de diferentes origens.

Já na Praça da Alfândega, o público encontrará diversas opções gastronômicas durante todo o evento: food trucks com opções como pizza, hambúrguer, xis e churrasquinho, além de mais de 12 cervejarias artesanais locais. A principal novidade desse ano no quesito gastronômico será a cerveja autoral do Noite dos Museus, que estará à venda no local, produzida especialmente para a ocasião pela cervejaria Anner.

PALCO NA PRAÇA DA ALFÂNDEGA É NOVIDADE
Além das opções gastronômicas, a Praça da Alfândega também terá uma programação especial neste ano e receberá pocket shows em um palco montado a céu aberto. No local, o público ainda encontrará uma lojinha com produtos personalizados do Noite dos Museus, como camisetas, ecobags e botons, além de um Varal Fotográfico com diversas fotos penduradas de quem compartilhar nas redes sociais suas experiências no evento (entre 19h e 0h) com a hashtag #varaldonoite. Em caso de chuva, as atividades artísticas da Praça da Alfândega serão transferidas para o interior dos museus.

MUSEUS PARTICIPANTES
Nesta edição, o circuito de visitação ganhou dois novos endereços: o Museu da Brigada Militar e o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. Além deles, também voltam a participar do evento o Museu de Arte Contemporânea, o Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, Museu de Arte do Rio Grande do Sul, o Memorial do Rio Grande do Sul, a Pinacoteca Ruben Berta, o Museu Júlio de Castilhos, o Museu do Centro Histórico Cultural Santa Casa, Instituto Goethe, o Museu da UFRGS, o Planetário, o Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo e a Fundação Iberê Camargo.

MOBILIDADE URBANA
Além de contemplar a arte em suas mais variadas formas, o evento segue investindo em mobilidade urbana, incentivando o público a se locomover pela cidade durante a noite, de diferentes formas. No site do projeto (www.noitedosmuseus.com.br), é possível encontrar diversas opções de circulação pela capital, que incluem caminhos de ciclovia para percorrer de bicicleta, trajetos a pé, de carro e linhas de ônibus.

Assim como nas duas últimas edições, ônibus da Linha Turismo farão um roteiro especial na noite de sábado para facilitar o trânsito entre os principais centros culturais da cidade. Das 18h30 até à 1h, a Linha Turismo passará pelas instituições participantes, com exceção do Museu da Santa Casa, devido a um bloqueio em um dos trechos do Centro. O roteiro inicia no Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, mas o público poderá embarcar e desembarcar em qualquer uma das paradas. O passe custará R$ 30 no valor inteiro e R$ 15 para crianças de 3 a 12 anos, pessoas acima de 60 anos e estudantes com carteira da UNE e UGES. Os pagamentos poderão ser feitos dentro dos ônibus em dinheiro ou com cartões de crédito e débito.

APLICATIVO PARA SMARTPHONE
O aplicativo Noite dos Museus, disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS, também disponibiliza diversas opções para que o público monte seu roteiro e tenha acesso a todas as informações durante o evento. No app, há informações sobre as exposições vigentes, as instituições participantes, a programação cultural e os artistas.

O PROJETO
Realizado em Porto Alegre há quatro anos consecutivos, o projeto já reuniu mais de 100 mil pessoas das mais diversas gerações pelas ruas e museus da cidade. Em sua quarta edição, o Noite dos Museus tem apresentação do Ministério da Cidadania e da Rompecabezas, patrocínio de Banrisul e Sulgás, apoio de DLL, apoio institucional de IBRAM, Secretaria de Estado da Cultura e Prefeitura Municipal de Porto Alegre e a Unimed como cobertura médica oficial do evento.

SERVIÇO
NOITE DOS MUSEUS 2019
Dia 18 de maio, sábado
Das 19h à 1h (com exceção da Fundação Iberê Camargo que funcionará até às 22h)
Entrada franca

Classificação etária: Livre

Museu da Brigada Militar (Rua dos Andradas, 498 – Centro)
19h15 – Banda da Brigada Militar (música instrumental)
20h45 – Luciano Maia (acordeon)
22h15 – Mathias 7 Cordas (choros, sambas e valsas)
23h30 – 50 Tons de Blues (música)

Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223 – Centro)
20h – Oly Jr. (música)
21h15 – Com Frequência, de Carina Levitan (sons experimentais – ocorrerá no Museu da Eletricidade)
22h30 – Kiai Grupo (música instrumental)
23h30 – Bibiana Petek & Quarteto (música)

Museu de Arte Contemporânea – Casa de Cultura Mário Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro)
19h – Misstake (performance de Andressa Cantergiani)
20h – Conjunto musical La Digna Rabia (música latino-americana)
21h30 – Maracatu Truvão (cortejo que passará, na sequência, também pelo Museu da Comunicação Hipólito José da Costa e a Praça da Alfândega)
22h15 – Ortácio, Borghetti, Salazar e Poty (música)
23h30 – Rafa 16 & Caco Velho Quinteto (samba)

Museu da Comunicação Hipólito José da Costa (Rua dos Andradas, 959 – Centro)
19h30 – Erick Endres (música)
21h – Grupo Pituna (música instrumental)
22h30 – Trabalhos Espaciais Manuais (música instrumental)
23h45 – Arthur de Faria (música)

Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS (Praça da Alfândega – Centro)
20h – Especial Slam Peleia (campeonato de poesia falada)
21h30 – Érico Moura (violão)
22h45 – Mulheragem (performance teatral)
23h45 – Mathias 7 Cordas (choros, sambas e valsas)

Memorial do Rio Grande do Sul (Praça da Alfândega – Centro)
19h45 – Aluisio Rockembach Quarteto (música)
21h – Jimi Joe (música)
22h30 – Gruvorama (música instrumental)
23h45 – Calote (ritmos brasileiros)

Pinacoteca Ruben Berta (Rua Duque de Caxias, 973 – Centro)
19h15 – Manchas Urbanas (performance de dança que passará, na sequência, pela frente do Museu Júlio de Castilhos, o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo e a Praça da Alfândega)
19h45 – Mulheragem (performance teatral)
21h15 – Clarissa Ferreira – Pampa de Vênus (música)
22h30 – Dunia Elias – Choro Pampeano (piano e voz)
23h45 – Andrea Perrone e Thaís Nascimento (duo de violões)

Museu Júlio de Castilhos (Rua Duque de Caxias, 1205 – Centro)
19h45 – Ortácio, Borghetti, Salazar & Poty (música)
21h – 50 Tons de Blues (música)
22h15 – Saldana (música)
23h45 – Uma noite para criar, um dia para dançar – Geda Cia de Dança (performance de dança)

Museu do Centro Histórico Cultural Santa Casa (Av. Independência, 75 – Independência)
19h30 – Felipe Azevedo & Angelo Primon – Uma Noite Balaio de Cordas (concerto musical)
20h45 – Trecho de Lembranças do Lago Dourado (espetáculo de teatro) + bate-papo com Zoravia Bettiol e a diretora Nora Prado
22h15 – Mainô Canto e Tambor (grupo de percussão)
23h45 – Dunia Elias – Choro Pampeano (piano e voz)

Instituto Goethe (Rua 24 de Outubro, 112 – Independência)
19h45 – Karmã (música instrumental)
21h – Erick Endres (música)
22h15 – Madblush (música pop)
23h30 – Le Batilli (música)

Museu da UFRGS (Av. Osvaldo Aranha, 277 – Bom Fim)
19h45 – Daya Moraes (música)
21h – Chef Mamadou Sène (gastronomia)
22h15 – Frank Jorge (música)
23h30 – Solon Fishbone (blues)

Planetário (Av. Ipiranga, 2000 – Santana)
19h15 – Gran Fuleiro Circus (espetáculo infantil circense)
20h45 – Duca Leindecker (música)
22h15 – Daniel Debiagi (música)
23h30 – Saldana (música)

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo (Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa)
19h15 – Tóin: Dança para Bebês (espetáculo e oficina para a primeira infância)
20h30 – Mainô Canto e Tambor (grupo de percussão)
22h – AfroEntes (música)
23h – Valéria (música popular brasleira)

Fundação Iberê Camargo (Av. Padre Cacique, 2000 – Cristal)
19h30 – Funkalister (música)
21h15 – Frankenstein – Quarto Sensorial + Fu_k the Zeitgeist (música)
23h – Samba e Amor (música)

Praça da Alfândega (Centro)
Em caso de chuva, as atrações musicais serão transferidas para dentro dos museus
19h15 – As Batucas – Orquestra Feminina de Bateria e Percussão
21h – Samba e Amor (música brasileira)
23h – Gelpi (música)

por Jéssica Barcellos

Sobre Rock Gaúcho 2103 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.