O Teatro Mágico se apresenta com a trupe completa no Opinião

O Teatro Mágico / Day Montenegro

Respeitável público! O Teatro Mágico, uma das principais referências artísticas de toda a América Latina, vai retornar ao Opinião, no dia 23 de maio, para estrear aqui uma nova turnê. Com a presença da sua trupe completa, o líder Fernando Antielli estará em Porto Alegre, mais uma vez, para unir música, poesia, malabarismos, números acrobáticos e muita interação com a plateia, em um espetáculo que já conquistou os quatro cantos do Brasil e milhões de admiradores por aí. Indo do pop à MPB, passando ainda pelo cancioneiro regional, o pessoal d’O Teatro Mágico vai incluir no repertório algumas faixas inéditas, que estarão no próximo álbum do conjunto, previsto para sair ainda em 2020, e vários dos seus clássicos, como são os casos de “O Anjo Mais Velho”, “Nosso Pequeno Castelo”, “Camarada D’Água” e “Amanhã… Será?”, entre outras faixas imprescindíveis dos sete trabalhos de estúdio lançados pela banda até o momento. Com sete milhões de discos vendidos e músicas incluídas em trilhas sonoras de novelas globais, O Teatro Mágico estava numa espécie de hiato criativo, tempo que Anitelli pode refletir sobre a companhia e traçar novos rumos para o futuro. O retorno do grupo, no seu formato completo e grandioso, tem tudo para emocionar a plateia gaúcha e preparar o coração dos fãs para um 2020 repleto de novidades. O show tem a produção da Ablaze Productions.

O TEATRO MÁGICO

Em atividade desde 2003, o grupo O Teatro Magico foi criado pelo paulista Fernando Anitelli e se consolidou como uma referência artística na América Latina, por conta da sua estética própria, que une música e performances circenses. Com mais de dois milhões de discos vendidos, sete trabalhos de estúdio e três DVD’s ao vivo, a banda também teve algumas de suas canções integrando a trilha sonora de novelas e foi pioneira no Brasil ao disponibilizar toda a sua discografia para download gratuito, num movimento que foi batizado com a sigla MPB (Música Para Baixar).

Com influências do cancioneiro popular e do livro “O Lobo da Estepe”, do escritor alemão Hermann Hesse, a trupe d’O Teatro Mágico lançou o seu primeiro álbum, de forma independente, ainda em 2003. Com marcas da MPB e do pop, “Entrada para Raros” foi um dos grandes destaques daquele ano, muito por conta do sucesso de faixas como “Pratododia”, “Ana e o Mar”, “O Anjo Mais Velho” e “Camarada D’Água”. Os shows do grupo, que começaram a rodar o Brasil, chamaram a atenção pelos figurinos utilizados em cena, pelos momentos de grande interação com a plateia e pela presença de bailarinas acrobáticas.

A turnê de “Entre Raros” durou cerca de quatro anos e fez o pessoal d’O Teatro Mágico se afirmar no cenário nacional. O próximo disco do grupo, “Segundo Ato”, saiu em 2008 e manteve a proposta artística da banda intacta, com shows ainda mais concorridos. Os grandes sucessos da obra foram as faixas “Sonho de uma Flauta” e “Abaçaiado”, que também levaram O Teatro Mágico a se apresentar em programas de televisão, como o “Altas Horas”, da Rede Globo. Já em 2010, a trupe foi convidada para participar da novela “Viver a Vida”, na mesma emissora, tocando as músicas “O Anjo Mais Velho” e “Pena” em uma das cenas da trama.

Depois de uma pequena pausa para gravar o solo “As Claves da Gaveta”, Anitelli não perdeu tempo e voltou com O Teatro Mágico já na sequência, com o disco “A Sociedade do Espetáculo”. O álbum, que debutou fazendo muito sucesso em meados de 2011, reuniu músicas sentimentais, marca registrada da banda, e faixas que discutiam a cotidiano político/cultural das grandes cidades. Novamente em turnê por todo o Brasil, com ingressos quase sempre esgotados, a trupe conquistou todo o público com as canções “Amanhã… Será?” e “Nosso Pequeno Castelo”, essa última indicada ao VMB da MTV, na categoria “hit do ano”. De volta à TV, a banda fez uma participação na novela global “Flor do Caribe”.

O Teatro Mágico, que passou por um período de reformulações internas logo após a turnê de “A Sociedade do Espetáculo”, passou também por um processo de amadurecimento antes de retornar ao estúdio. Com uma sonoridade mais densa e elaborada, a banda lançou “Grão do Corpo”, em 2014; e “Allehop”, em 2016. Os shows rodaram mais uma vez o Brasil e evidenciaram toda a versatilidade de Fernando Antielli não só como cantor, mas também como compositor. Depois de uma pequena tour no formato voz e violão, o músico está retornado com a sua trupe completa em 2020, ano em que o grupo deverá lançar mais um trabalho completo de estúdio.

O TEATRO MÁGICO
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 23 de maio, sábado, às 19h30
Classificação: 14 anos

Cronograma:
18h30 – abertura Hot Pass e Meet & Greet
19h – abertura para o público em geral
19h30 – O Teatro Mágico

Ingressos:

Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 65
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 45
Inteira: R$ 90

Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 75
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 55
Inteira: R$ 110

Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 85
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 65
Inteira: R$ 130

Lote 4:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 95
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 75
Inteira: R$ 150

Pacote Meet & Greet:
Lote 1: R$ 100
Lote 2: R$ 150

O Pacote Meet & Greet inclui: ingresso para o show e meet and greet com o artista. Acesso à casa 30 minutos antes dos portões abrirem para o público em geral e sem necessidade de fila. Por se tratar de um pacote especial com serviços adicionais, não há aplicação de meia-entrada para essa modalidade de ingresso, sendo sua venda praticada em valor único (Lei 12.933/13).

Hot Pass: R$ 40

– O Hot Pass dá direito a acessar a casa do show 30 minutos antes dos portões abrirem para o público em geral e sem necessidade de fila. O Hot Pass somente é válido junto ao ingresso. Sozinho, ele não dá acesso ao show.

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Demais descontos:
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.
* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro): Loja Verse Shopping Lindoia

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 8 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
– Loja Verse Andradas 1444 – Galeria Chaves
– Lojas Planeta Surf – Shopping Iguatemi, Praia de Belas, Bourbon Wallig, Barra Shopping Sul e Bourbon Ipiranga

Online: www.sympla.com.br/opiniao

Realização: Ablaze Productions

Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Sobre Rock Gaúcho 2800 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.