Opinião Produtora apresenta O Grande Encontro do Blues

Solon Fishbone / Sean Russell

O Opinião vai receber, no dia 24 de outubro, um grande encontro do blues. O lendário grupo Blues Etílicos, em atividade desde 1985, estará em Porto Alegre acompanhado do projeto Blues Connection, formado por três expoentes gaúchos do gênero, os guitarristas Fernando Noronha e Solon Fishbone e o pianista Luciano Leães. Executando faixas do seu trabalho de estúdio mais recente, chamado “Puro Malte”, a banda carioca também vai incluir no seu repertório faixas que marcaram época e que chegaram a integrar a programação da MTV e de diversas rádios FM’s do país, como “Louco da Cidade”, “Dente de Ouro”, “O Sol Também me Levanta”, “Terceiro Whisky” e “Canceriano Sem Lar”, entre outras canções sempre lembradas pelo fãs. Já o Noronha, Fishbone e Leães, conhecidos internacionalmente pelas suas carreiras solo e demais empreitadas musicais, terão a companhia de Ronaldo Pereira (sax), Edu Meireles (baixo) e Ronnie Martins (bateria) para apresentar algumas composições autorais e levar o público numa grande viagem pelos melhores momentos da história do blues, reproduzindo ao vivo sucessos de Muddy Waters e Robert Johnson, por exemplo, e mostrando também muito talento em jam sessions.

BLUES ETÍLICOS

O Blues Etílicos, criado no Rio de Janeiro em 1985 pelo gaitista Flávio Guimarães, pelo baixista Cláudio Bedran e pelo guitarrista Otávio Rocha, é um dos embriões do movimento blues nacional. O grupo, que teve o acréscimo do vocalista e guitarrista norte-americano Greg Wilson e do baterista Gil Eduardo, lançou dois anos depois o seu primeiro LP, independente e autointitulado. Com um contrato assinado com a gravadora Eldorado, a banda soltou na sequência os discos “Água Mineral” e “San Ho Zay”, que atingiu a marca de 35 mil cópias vendidas, em 1990.

Com o status de ser a banda de blues brasileira mais vendida de todos os tempos, o Blues Etílicos se tornou conhecido no país inteiro depois de apresentar no 1º Festival Internacional de Blues, em 1989, abrindo para Buddy Guy. O evento foi um divisor de águas na carreira do grupo, que começou a ser requisitado por diversos programas de TV, na Cultura, na Manchete e até mesmo na MTV. As suas músicas também começaram a tocar nas rádios.

Fazendo shows sempre lotados, seja no Circo Voador ou diante de 30 mil espectadores na Festa de Aniversário de Florianópolis, a banda lançou, nos anos 90 e 2000, os discos “Dente de Ouro”, “Águas Barrentas – Ao Vivo”, “Cor do Universo”, “Viva Muddy Waters”, “Puro Malte” e “Blues Etílicos – 30 Anos Ao Vivo”, assim com o DVD “Blues Etílicos – Ao Vivo no Bolshoi Pub”. Beto Wether, um dos bateristas mais atuantes do cenário rock e blues do Rio de Janeiro, assumiu as baquetas do Blues Etílicos em 2017.

FERNANDO NORONHA

O gaúcho Fernando Noronha é considerado um dos maiores guitarristas de blues do Brasil. Com 20 anos de carreira, Noronha se tornou conhecido internacionalmente, também no cenário folk, e realizou diversas turnês pela América Latina, pela Europa e pelos Estados unidos. Desde 1995, tem viajado com sua banda – chamada Black Soul – e se apresentado nos principais festivais de blues e de jazz pelo mundo, incluindo aí o Montreal Jazz Festival, no Canadá; o Augusti Blues Festival, na Estônia; e o Santiago International Jazz Festival, no Chile. Com diversos discos lançamentos até o momento, o seu trabalho de estúdio mais recente é o álbum “Time Keeps Rolling”, de 2015.

SOLON FISHBONE

Em atividade desde os anos 80, Solon Fishbone também é um dos grandes guitarristas de blues do país. Ao lado de Cláudio Mattos, Duca Leindecker e Luciano Bortoluzzi, ainda como baixista, fundou o Prize, grupo que marcou o rock gaúcho. O seu primeiro trabalho dentro do blues foi com a banda Bluesmakers. Já com o power trio Sólon Fishbone y Los Cobras, o guitarrista assinou um contrato com a gravadora Paradoxx para lançar o álbum “Blues from Southlands”, que vendeu mais de dez mil cópias e ganhou o Prêmio Açorianos de Música 1995, sendo também o primeiro disco de blues gravado e produzido no Rio Grande do Sul. Entre outros projetos, até mesmo ao lado de artistas norte-americanos, o músico tem uma cerveja própria, a Maniba IPA by Solon Fishbone, e se apresenta com frequência na capital gaúcha.

LUCIANO LEÃES

Luciano Leães é um dos músicos mais atuantes do cenário blues e R&B nacional. O pianista, há mais de cinco anos, cumpre uma agenda regular de apresentações pelo país, com passagem pelos principais festivais do gênero. Quatro vezes vencedor do Prêmio Açorianos de Música, a estreia solo de Leães, chamada “The Power of Love” e lançada em 2015, é um importante testemunho da sua capacidade também como compositor. O álbum foi mixado e masterizado em Nashville, nos Estados Unidos, pelo renomado Russ Ragsdale. O engenheiro norte-americano tem em seu currículo trabalhos com Muddy Waters, Leon Russell, Edgar Winter e Michael Jackson.

O GRANDE ENCONTRO DO BLUES – BLUES ETÍLICOS & BLUES CONNECTION
Atrações: Blues Etílicos e Blues Connection
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 24 de outubro, quinta-feira, a partir das 22h
Abertura da casa: 20h30
Classificação: 16 anos

Ingressos:

Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 55
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 45
Inteira: R$ 90

Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 65
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 55
Inteira: R$ 110

Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 75
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 65
Inteira: R$ 130

Lote 4:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 85
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 75
Inteira: R$ 150

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Demais descontos:
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.
* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Pontos de venda:
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro): Multisom Iguatemi

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de taxa de conveniência de R$ 5 – somente em dinheiro):
– Multisom Andradas 1001, Multisom Praia de Belas e Multisom Barra Shopping Sul
– Lojas Verse Andradas 1444 e Shopping Lindoia
– Online: www.sympla.com.br/opiniao

Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Sobre Rock Gaúcho 2437 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.