Palco Central do Planeta Atlântida muda de formato para a edição 2012

O Palco Central do Planeta Atlântida terá novidades na edição 2012. A estrutura giratória utilizada em 2010 e 2011, localizada entre a arena e os camarotes, dá lugar  ao retorno do modelo padrão boca de cena. Ele ficará na posição exatamente oposta a do palco da edição de 2011.

Antepalco aproxima público e artistas

Medindo 66 metros de frente, 16 metros de altura e 20 metros de profundidade, o espaço onde as atrações principais irão se apresentar terá ainda duas passarelas: uma paralela a toda a extensão do palco e outra que avançará por nove metros em direção ao público. A paralela será na verdade um antepalco, com 67 metros de fora a fora.

Segundo a responsável pela produção técnica do evento, Mariangela Carraro Corrêa, da DC Set, esta configuração é similar a dos grandes festivais internacionais e permitirá uma interação maior dos artistas com os planetários. Todo esse trabalho visa, na verdade, aumentar a emoção dos espetáculos.

A diferença básica em relação aos outros anos é no tamanho conjuntural, quase 800 metros de área, contanto backstage e palco – tinha 600 nos últimos dois anos – explica Décio “Macgyver” Zitto, coordenador técnico do palco central.

A estrutura com telões de LED também auxilia na visualização do que ocorrerá no palco:

Os painéis de LED são de maior qualidade, você consegue ter ótima nitidez do que sendo exibido – destaca.

O Planeta terá três painéis de 40 metros cada – à direita, esquerda e central. Além do palco, o sistema de som é de última geração, promovendo uma difusão equânime da música pelo ambiente.

Os geradores de energia são alimentados com biodiesel, porque o mundo não vai acabar em 2012, nem o Planeta. Ano que vem estamos aqui de novo – reitera Macgyver.

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!