Pata de Elefante e Mary O and The Pink Flamingos na Segunda Maluca do Opinião

A próxima edição do projeto Segunda Maluca terá como atração mais um grande nome do rock produzido no Rio Grande do Sul. É a banda Pata de Elefante, que tocará dia 16 de abril, no Opinião. O show de abertura ficará por conta do grupo Mary O and The Pink Flamingos.

Pata de Elefante

A Pata de Elefante entra 2012 com muita garra. Neste ano, o grupo completa dez anos. Durante essa década de existência, rolaram muitas batalhas e conquistas. Não é à toa que a banda é referência em rock instrumental e recebeu reconhecimento como uma das melhores bandas do gênero no país.

A Pata de Elefante surgiu em janeiro de 2002, em Porto Alegre. A banda se diferencia por fazer rock instrumental com ênfase nas melodias.  Considerada por crítica e público uma das melhores do gênero no Brasil – graças à dedicação e qualidade de seu trabalho -, a Pata está no epicentro da revitalização da música instrumental brasileira. Com isso, alça vôo para além do segmentado mercado instrumental.  Ao valorizar as melodias, o grupo atinge em cheio um público acostumado a ouvir música com vocal. Assim, segue circulando cada vez mais no mesmo circuito das bandas de rock com vocal, ajudando a popularizar a música instrumental.

O primeiro disco, Pata de Elefante, foi lançado em dezembro de 2004 pela  Monstro Discos. A partir deste momento, o grupo passou a apresentar-se  nos principais festivais de rock no Brasil, como Goiânia Noise (2004, 2006 e 2007) e Abril Pro Rock (2008). Com esse CD, ganhou o Prêmio Açorianos de Música 2005 de Porto Alegre. Na revista Bravo, em resenha veiculada em julho de 2005, o trabalho da Pata de Elefante recebeu um elogio de peso: a música instrumental brasileira tem salvação. Em agosto, a banda se apresentou no Programa do Jô, da Rede Globo.

Em 2008, saiu o segundo CD, Um Olho no Fósforo, Outro na Fagulha. Em dezembro daquele ano, a Pata de Elefante ganhou o Prêmio Dynamite, na categoria Instrumental.  Em janeiro de 2009, o disco ficou entre os 25 melhores discos de 2008, segundo a lista da revista Rolling Stone. Em outubro de 2009, a Pata de Elefante ganhou o VMB (MTV), na categoria Melhor Banda Instrumental. O prêmio veio com uma espécie de certificação, mostrando que a banda estava no caminho certo. Em março de 2010, o trio participou do projeto Instrumental RS, juntamente com Camerata Brasileira e Quartchêto. Viabilizada pelo Petrobrás Cultural, a turnê teve shows em Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Tatuí (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e  em Porto Alegre (RS).

Em abril de 2010, a banda disponibilizou seu terceiro disco, Na Cidade, para download gratuito pela site Trama Virtual. O formato não possui proteção DRM, o que permite ao público copiar e gravar em qualquer mídia quantas vezes quiser. O disco também saiu em Cd, pela Trama. Para baixar, acesse: http://albumvirtual.trama.uol.com.br/lancamentos. O trabalho foi produzido por Júlio Porto, mixado por Beto Machado e gravado nos Estúdios Trama. Além disso, a masterização foi realizada nos Estúdios de Abbey Road, por Steve Rooke, que remasterizou alguns dos discos dos Beatles.  O jornal Zero Hora (Porto Alegre) destacou o disco entre as produções de artistas gaúchos em 2010.

Em março de 2011, a banda realizou sua primeira turnê na Argentina, sendo um dos destaques do Festival Grito Rock, que ocorreu no Niceto Club, em Buenos Aires. Em abril, a Pata de Elefante recebeu o Prêmio Açorianos de Música de Porto Alegre 2011: o álbum Na Cidade  foi escolhido o Melhor Disco Instrumental. No dia 18 de agosto, a banda lançou o clipe em animação de Pesadelo no Bambus, com show no Ocidente Bar, em Porto Alegre:   http://patadeelefante.com/pata/videos.php

Em janeiro deste ano, além dos shows no Ocidente Bar, a banda celebrou os 10 anos de trajetória também em Caxias do Sul, no Mississipi Delta Blues Bar.  Em abril, o grupo fará uma turnê pelo SESC/ RS, com shows em Bento Gonçalves, Lajeado, Alegrete e Uruguaiana. Também em abril, a banda fará show em São Paulo, no Sesc Pinheiros.   

Atualmente, a o trio por Gustavo Telles (bateria), Daniel Mossmann (guitarra) e Gabriel Guedes (guitarra) está em estúdio preparando seu novo disco, no qual o trombone de Júlio Rizzo conduz a maior parte das melodias. A previsão de lançamento do disco é para  julho/agosto.

SEGUNDA MALUCA –PATA DE ELEFANTE
Abertura: Mary O and The Pink Flamingos
Discotecagem: DJs Jamaica e Claudio Cunha
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 16 de abril, segunda-feira, a partir das 21h
Classificação: 18 anos

Ingressos:
Antecipado: R$ 20,00
Na hora: 30,00

– Cerveja em dobro até as 23h

Pontos de venda:
Vertigem Tattoo Shop (Av. Independência, 1.093 – fone (51) 3311-3825)
Tomás Café (Thomas Flores, 191 – fone:3094-4318).

Informações:
(51) 9142-1589
www.reimagroproducoes.com
www.opiniao.com.br

Sobre Rock Gaúcho 13796 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!