Pública no Live Sport Pub nesta quinta-feira

A Pública nasceu em 2001. Transitando com facilidade entre o rock britânico e o rock underground americano, a banda criou sua personalidade com ênfase nas melodias, nas letras e nos arranjos bem acabados.

Depois de uma longa espera, a banda lançou no final de 2006 o álbum Polaris, pelo selo paulista Mondo 77.

As críticas ao disco foram todas positivas (a Rolling Stone Brasileira deu 4 estrelas e sugeriu que a banda é a the next big thing do rock gaúcho e brasileiro). Além disso, o disco constou em diversas listas de melhores do ano de 2006. A banda começou a ser conhecida no meio independente nacional e fez mais shows em São Paulo.

Colhendo os frutos do lançamento do disco e das críticas amplamente positivas, a Pública embalou rumo aos festivais: Grito Rock e Calango (Cuiabá), Fora do Eixo (SP), MADA (RN), Bananada (GO), GIG Rock III e Planeta Atlântida (RS). No meio disso tudo ainda foram indicados como Revelação no Prêmio Açorianos de Música e gravaram uma música inédita nos estúdios da Trama: Quarto das Armas.

Cabe destacar também o alcance da música e do clipe de Long Plays, faixa do álbum que levou a Pública a ser indicada ao VMB 2007, na categoria APOSTA MTV. Após esta indicação, a música entrou na programação das principais rádios do RS e de algumas capitais nacionais.

Em 2008, paralelo aos shows, a banda ensaiou e terminou a gravação do seu aguardado segundo disco. Juntamente com a Baxada Nacional Filmes, idealizaram a gravação de um documentário cobrindo todos os aspectos da produção de um disco. O projeto deu origem então a um documentário, lançado juntamente com o disco (CD + DVD) no final de 2008, intitulado Casa da Esquina 23. Já o CD, recebeu o título de Como Num Filme Sem Um Fim. Com 11 faixas inéditas e o documentário em DVD, o novo álbum recebeu muitas críticas positivas e a música Casa Abandonada virou um novo clipe. Com este novo trabalho, a Pública recebeu duas indicações ao VMB 2009: Rock Alternativo e Videoclipe do Ano, levando o troféu na categoria Rock Alternativo.

O álbum também foi indicado em todos os quesitos na categoria Pop&Rock no Prêmio Açorianos de Música, levando a estatueta de Melhor Disco e Compositor (Pedro Metz). Além disso, levaram também o prêmio principal da noite: Disco do Ano, que englobava todos os vencedores de categorias (Jazz/Blues, Regional, Erudito, MPB, Instrumental, Rap e Pop&Rock). Em dezoito edições da premiação, foi a primeira vez que uma banda de rock alcançou o Disco do Ano.

A Pública promete para muito breve, o segundo clipe do disco Como Num Filme Sem Um Fim. A música escolhida é Quarto das Armas, faixa que abre o CD. Este vídeo será feito novamente com a produtora Baxada Nacional Filmes, repetindo a parceria de sucesso que foi indicada ao VMB deste ano.

Serviço:
O QUE: Show com a banda PÚBLICA
Discotecagem: Marília Feix
QUANDO: quinta-feira, 04 de março de 2010 – a partir das 22 horas.
QUANTO: Ingressos a R$ 12,00 (doze reais) até as 23h. Após R$ 15,00 (quinze reais)
ONDE: LIVE SPORT PUB – Rua Dr. Barcelos, 435 (Esq. Wenceslau Escobar) – Assunção – Porto Alegre / RS
INFORMAÇÕES: www.livesportpub.com.br

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!