Quintal de Clorofila: um marco do folk rock brasileiro

A internet é uma dádiva para nós jovens que não vivemos tempos que queríamos presenciar. Com ela podemos nos transportar aos anos pretéritos. Podemos escutar obras que marcaram gerações. Somente nessas viagens de garimpo podemos nos deparar, por exemplo, com grupos como QUINTAL DE CLOROFILA.

Quem é que escreve sobre alamedas, pinheiros e pirais? Somente os irmãos Arbo: Antonio Carlos, Negrende e Dimitri. Registros que é difícil de ver similares nos dias atuais. Ao lado de grupos lendários do folk rock gaúcho dos anos 1970, como OS TÁPES, ALMÔNDEGAS, UTOPIA, GRUPO TERRA VIVA, TAMBO DO BANDO e COURO, CORDAS E CANTOS; o duo Quintal de Clorofila se destacou com essa jornada atmosférica chamada “Mistério dos Quintais”, lançado em vinil no ano de 1983.

Mistério dos Quintais é um dos álbuns mais ricos e inspiradores da discografia gaúcha do rock nacional. Possui uma sonoridade mística de sons universais. Psicodelia de São Francisco, música andina, medieval, latina, natureba, e até oriental.

A complexidade sonora e lírica é cativante. Leva-nos aos Montes Urais à Amazônia. À JETHRO TULL e PINK FLOYD até a bandas sonoras de filmes de Western. Há muito que perceber e sentir no Mistério dos Quintais.

Quintal de Clorofila é a prova de que o rock brasileiro sempre foi opulento e subestimado.

Há até um tributo aos Beatles em “Liverpool”.

Gosta de Jethro Tull? Ouça!

Quem tem esse LP possui uma pérola de cultura nas mãos.

“Ainda há esperanças em todos nós, pois nós sonhamos em querer viver.”

Sobre Rock Gaúcho 13635 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!