Rafael Allmark remove catálogo dos serviços de streaming

Na última Quinta Feira (13/11/2014) o músico gaúcho publicou em sua página no Facebook uma nota sobre a remoção de seu conteúdo dos serviços Deezer e Rdio.

O músico disse:
Música é um trabalho como qualquer outro e foi feita pra ser valorizada! Não passo horas trabalhando em algo que não vá me trazer retorno, que vá encher o bolso de algum CEO de alguma empresa gringa.

Por conta dessa minha mudança de pensamento e dessa desvalorização toda, venho avisar que a partir de algumas poucas semanas todo o meu material será removido dos serviços Rdio e Deezer, e estarão disponíveis apenas no iTunes, Spotify, YouTube e VEVO.

Ao conversarmos com o músico sobre esta decisão ele disse:

“Está tudo bem diferente, e as pessoas estão demorando pra se acostumar. Em 2007/2008 quando eu comecei a tocar meu pensamento era outro, só queria que ouvissem o que eu toco, gravava e colocava de graça em um site qualquer e deu. Hoje é diferente, vejo isso como um trabalho, e não me agrada nem um pouco a idéia de trabalhar de graça enquanto alguém enche o bolso de dinheiro. Está tudo desvalorizado demais, as pessoas não estão entendendo direito que música é um trabalho e precisa ser rentável, as pessoas querem tudo de graça, para isso servem os serviços de streaming (os que pagam de verdade, não é?! Hahaha) e o YouTube, a música e os vídeos estão lá, é só ouvir, o artista vai receber a sua parte da receita pela execução. A decisão de tirar as músicas do Deezer e do Rdio foi nesse pensamento todo, acho os dois serviços ótimos, mas acho que eles não dão o devido valor e atenção para os artistas que estão lá e trazem visitas e renda pro site.”

Sobre Rock Gaúcho 13371 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!