Raimundos & Tequila Baby no Opinião: ingressos no segundo lote

Tequila Baby / Thiago Tavares

O Opinião vai receber, no dia 27 de abril, um encontro de expoentes do rock nacional, que estão comemorando 25 anos de carreira em 2019. O Raimundos, que praticamente deu uma nova cara ao gênero quando surgiu nos anos 90, estará aqui acompanhado da Tequila Baby, um dos mais fieis representantes do punk rock, numa noite ideal para moshs e rodas no meio da pista. A promessa é de casa cheia, já que os ingressos – com quase um mês de antecedência – passaram para o segundo lote e continuam à venda, nas lojas Multisom e pela página www.sympla.com.br, com um novo valor (ver serviço abaixo) a partir de agora. Depois de viajar o Brasil com a turnê do seu DVD acústico, o quarteto brasiliense vai retornar a Porto Alegre com a companhia do seu baterista original, Fred Raimundo, numa turnê especial que celebra o legado deixado pelo seu álbum de estreia, autointitulado e quebrou diversos recordes, chegando a marca de 200 mil cópias vendidas em todo o país. Indo dos sucessos “Puteiro em João Pessoa” e “Nêga Jurema”, o grupo ainda executará clássicos que nunca saíram dos seus set-lists, como “Be a Bá” e “Selim”, e outras faixas que há muito tempo não são levadas para o palco, como “Bicharada” e “MM’s”. Já a banda gaúcha, que há uma semana soltou o single “Num Lugar Onde Não Há Escuridão” vai comemorar as duas décadas da obra clássica “Sangue, Ouro e Pólvora”, também reproduzindo o seu repertório na íntegra. O destaque da apresentação certamente será o hit “Velhas Fotos”, uma das músicas mais emblemáticas da história da Tequila Baby, que muito ainda toca nas rádios FM’s e que projetou os caras nacionalmente.

RAIMUNDOS

1994 foi um ano de derrotas e de vitórias. Perdemos Ayrton Senna, mas ganhamos a Copa do Mundo. Perdemos a chance de ver o Caçador de Marajás atrás das grades, mas ganhamos o xibiu da Lilian Ramos estampado na primeira página de todos os jornais. Perdemos Kurt Cobain e Mussum, mas ganhamos o primeiro disco do Raimundos. E é essa pedra(da) filosofal que vai ser tocada, de cabo a rabo, na turnê que traz de volta um dos fundadores da banda, o baterista Fred Raimundo, e músicas que não são executadas ao vivo desde que o Real ainda era dinheiro.

Imagina a sequência com “Palhas do Coqueiro” e “MM’s” (uma das canções que eles voltaram a tocar especialmente para essa turnê), para então engatar em “Minha Cunhada”, quando o público vai poder entoar versos de pura candura como “eu descobri que pimenta malagueta, quando entra na buceta vai se enganchar no pulmão, não é assim que se fode, não é assim que se fode”.

Quem sobreviver à roda vai poder pogar com “Rapante”, uma raimundice daquelas que parecem ter sido compostas em uma excursão da quinta série dentro de um pau de arara. E isso não é nem metade do show! Ainda terá pérolas como “Bicharada”, que toda uma geração vai poder ouvir pela primeira vez ao vivo, além de clássicos que nunca saíram do repertório do grupo nesses anos todos, como “Marujo”, “Be a Bá”, “Selim” e o estopim da porra toda, o hino canábico “Nêga Jurema”. Ninguém imaginava que essa mistura tão despropositada quanto jerimum com ketchup daria certo. Mas deu, e muito. E é hora de comemorar os 25 anos da chapelada que deu origem a tudo. Como diria Zenilton, “eu quero é rock, menino!”.

TEQUILA BABY

Com mais de duas décadas de carreira, a Tequila Baby permanece firme e forte, sempre com novidades que continuam embalando fãs de todas as gerações em seus shows. O mais recente lançamento do grupo é a canção “Num Lugar Onde Não Há Escuridão”, single foi acompanhado de um videoclipe dirigido por Thiago Tavares, cheio de efeitos especiais.

O primeiro álbum dos caras, “Tequila Baby”, de 1996, lançou a banda no Rio Grande do Sul com melodias simples, divertidas e contagiantes. “Sexo, Algemas e Cinta-liga” é uma das músicas que marcam o disco. Com um tom mais sério, chegou o CD “Sangue, Ouro e Pólvora” às lojas, em 1999, levando a Tequila ao reconhecimento nacional com o hit “Velhas Fotos”. Para registrar a energia dos seus shows, eles gravaram o seu primeiro CD ao vivo, “Ao Vivo no Dia Mundial do Rock”, em 2002. No mesmo ano, a banda ainda soltou o clássico “Punk Rock até os Ossos”, que arrastou multidões, em mais de 200 shows pelo Brasil.

Ao longo dos anos, a Tequila Baby fez diversas apresentações memoráveis junto ao ídolo Marky Ramone e, para celebrar todos esses momentos especiais, lançou em 2006 o DVD “Marky Ramone e Tequila Baby Ao Vivo”, gravado no Opinião. O grupo gaúcho também já dividiu palco com outras grandes referências do punk rock mundial, como The Offspring, Bad Religion e NOFX.

RAIMUNDOS & TEQUILA BABY
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 27 de abril, sábado, a partir das 23h30
Classificação: 16 anos

Cronograma:
22h – abertura da casa
23h30 – Tequila Baby
1h – Raimundos

Ingressos:

Lote 1 [ESGOTADO]:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 55
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 50
Inteira: R$ 100

Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 65
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 60
Inteira: R$ 120

Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 75
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 70
Inteira: R$ 140

Lote 4:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 85
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 80
Inteira: R$ 160

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Demais descontos:
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.
* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro): Multisom Iguatemi

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
– Multisom Andradas 1001, Multisom Praia de Belas e Multisom Barra Shopping
– Online: www.sympla.com.br/opiniao

Realização: Maia Entretenimento e Opinião Produtora

Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Sobre Rock Gaúcho 2051 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.