Slow

Slow / Divulgação

A banda SLOW surgida em Porto Alegre esteve ativa entre 1980 e 1985 na região. Os primeiros shows foram em colégios nos bairros santana e cidade baixa. O som pesado cantado em Português mencionava o lado podre da humanidade nas letras.

Após formar um razoável público a banda decidiu produzir uma temporada no teatro do IPE. A batalha com a censura foi árdua e a burocracia envolvida também foi complicada. Na ocasião a banda fez contato com diversos músicos locais e tornou-se mais influente e incluída no cenário do rock e metal local.

Grandes feitos foram uma abertura para o Taranatiriça e participação no primeiro festival de heavy metal no auditório Araújo Vianna, palco do movimento rock na cidade. A banda ainda tocou em bares populares na época como o Rocket 88 do Mutuca.

Tocou nos primeiros festivais organizados pelos grêmios estudantis de colégios como Anchieta, Instituto Porto Alegre (IPA), Sto Antônio entre outros. No final de 1985 a banda mudou de estilo buscando conquistar espaço nas rádios.

Os membros da banda eram: Lauro Levandowski (guitarra), Marcelo Wolff (voz), Leandro Grando (baixo), Odir Goulart (bateria) e Alencar Heidrich (teclados em ’84 e ’85)

O Álbum “Lágrimas de Ícaro” será lançado em Março de 2019 com regravações dos clássicos da banda e músicas novas também. Participam das gravações deste álbum os integrantes originais Lauro Levandowski e Marcelo Wolff com Daniel Fontoura na bateria.

A formação para shows conta com Marco DiMartino no baixo.

Dados para Contato:
Cidade: Porto Alegre
E-Mail: lauro.progressive@gmail.com
Telefone: (51) 98281-8291
Site: https://bandaslowbrasil.blogspot.com/

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/bandaslowbrasil/

Sobre Rock Gaúcho 2103 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.