Songbook Dingo Bells está de volta com canções de Todo Mundo Vai Mudar

Dingo Bells / Vitória Proença

A Dingo Bells, formada por Rodrigo Fischmann (voz e bateria), Fabricio Gambogi (guitarra e voz), Felipe Kautz (baixo e voz) e Diogo Brochmann (teclado, guitarra e voz) é, atualmente, um dos principais grupos da cena indie brasileira dedicados a compor canções. Do pop ao dream, indie rock e melodias curvilíneas que lembra a música mineira, além de belíssimas harmonias vocais, as músicas da Dingo Bells são pedras lapidadas à mão, escritas e arranjadas pela própria banda. É raro um grupo, onde todos os instrumentistas, também são compositores. Por isso, é de se esperar que o fluxo criativo venha de todos os lados, formando uma só harmonia. Nesse embalo, eles voltam hoje com a série Songbook Dingo Bells: em videoaulas, vão apresentar ao público como tocar as músicas do segundo álbum do grupo. As primeiras que serão ensinadas pelos próprios autores é a faixa-título Todo Mundo Vai Mudar, e também Tudo Trocado, que em maio, ganhou um videoclipe do duo de filmmakers Couple of Things.

A série surgiu impulsionada pela vontade dos integrantes do grupo em aprofundar um pouco mais a maneira como apresentam suas músicas ao público. A iniciativa começou ainda na época do primeiro álbum Maravilhas da Vida Moderna (2015), quando começaram a disponibilizar videoaulas sobre como aprender cada faixa do disco. E agora, começam o mesmo processo em relação ao Todo Mundo Vai Mudar, lançado em 2018 pela Natura Musical. Em cada vídeo, um membro da banda explica, com detalhes, a execução desde a introdução, passando minuciosamente por todas as partes da música.

A Dingo Bells planeja lançar um novo conteúdo a cada 15 dias, tendo como objetivo poder ver suas músicas sendo tocadas em rodinhas de violão Brasil afora. “Decidimos fazer videoaulas das nossas músicas porque a gente sempre curtiu tocar canções que gostamos, no violão, em rodinhas com amigos – cumprindo um papel importante e ancestral de músicos em grupos sociais”, brinca Rodrigo. O objetivo do Songbook Dingo Bells é tirar dúvidas comuns, do tipo: “Qual acorde eles fazem em tal parte da música?”, tendo como professores, os próprios membros da banda. “Tem uma interação muito legal, que já acontece inclusive, que é quando as pessoas nos enviam vídeos no Instagram tocando nossos sons. E a gente reposta, gerando uma conexão muito legal entre fã e banda. Ficamos super emocionados de ver a galera tocando nossas músicas em suas redes, porque é isso que a gente também faz com as músicas que curtimos”.

Para ficarem ligados nas novas aulas, é só seguir a Dingo Bells em suas redes sociais onde irão anunciar as videoaulas, e também se inscrever no canal do YouTube da banda.

Sobre Rock Gaúcho 2181 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.