Stoneria: Todo radicalismo invalida qualquer argumento

Parece que 2016 foi o ano de bandas/artistas de imporem e terem seu lado definido referido a assuntos políticos. O que de certa forma não foi muito bem visto por fãs ou seguidores, mas que trazem o direcionamento de como muitos pensam.

Já o STONERIA é composto por músicos de diferentes ideias e posicionamentos, como explica o guitarrista Pedro Rocha em sua última entrevista do ano, confira:

No STONERIA temos uma peculiaridade política, onde parte dos músicos são de direita e a outra de esquerda, mas que podemos notar que em nada influencia na parte musical ou lírica. Como vocês explicam esse respeito mútuo?

Há realmente essa diferença ideológica entre nós, eu sou mais visto como o de direita da banda, mas não é bem uma verdade. Apenas acredito que devemos contestar tudo e não sermos coniventes com erros, apenas porque simpatizam com determinado político ou partido político. Os temas tratados nas letras representam ou tentam representar um pouco da realidade, mas nem todos são necessariamente politizados, e mostra a percepção que todos temos sobre o tema. Claro que surgem discussões sobre o cenário político atual, e não concordamos em tudo, mas posso dizer que as letras ficam no meio termo. Isso se deve ao fato do Zen ser talvez o mais ponderado da banda.

Essas diferenças políticas estão cada vez mais explicitas no meio Rock/Heavy Metal, gerando em muitos casos certas polemicas por determinados posicionamentos. Como vocês enxergam essa questão?

Existe uma ideia muito difundida hoje de que que artista não pode ser de direita, o que pessoalmente acho não ter sentido. Acredito que as pessoas são livres para escolher o posicionamento que mais se identificam. Não existe um lado 100% certo e virtuoso e um lado 100% errado e inescrupuloso. Existem bandas no meio rock/heavy metal que são bem claras no seu posicionamento, e outras que não tratam esse aspecto. Acredito que todos devem ser livres para mostrar seu lado, suas crenças e seu direcionamento ideológico, apenas acho errado defender corruptos, assim como acho errado discurso demagogo e oportunista. Como artistas que tem o poder de atingir as pessoas, devemos mostrar a realidade e questionar o que nos &279; vendido, sem sermos tendenciosos.

Dentre um dos mais polêmicos e se podemos dizer, sem noção, temos o Youtuber Nando Moura, que é de direita, e tem os pensamentos mais extremistas possíveis, mas que se contradiz na maioria das vezes. Gostaria da opinião de vocês sobre tais posicionamentos do mesmo dentre política e música.

O Nando Moura é muito radical no seu posicionamento e todo radicalismo já invalida seu argumento. Não é possível ser absoluto em tudo, devemos estar dispostos para debater e sempre se auto avaliar. Claro que essa tem sido uma maneira do Nando se promover, visto que ele tem diversos seguidores e hoje em dia, dificilmente existe alguém no meio do heavy metal no país que não o conheça. Agora se não gostamos do cara, ou simplesmente não concordamos com o que ele fala, devemos deixá-lo de lado, pois falar mal também é uma forma de propaganda. É só reparar ouras personalidades polêmicas que ganharam notoriedade recentemente, muito mais pelas críticas negativas direcionadas as mesmas. Se não concordamos com tal pessoa ou se não gostamos dela o melhor a fazer é não falar dela.

Links Relacionados:
http://stoneria.com/
https://www.facebook.com/stoneriarock
https://soundcloud.com/stoneria
https://www.youtube.com/stoneriarock
https://www.flickr.com/photos/stoneria/
https://twitter.com/stoneriarock
https://instagram.com/stoneriarock

Fonte: www.heavyandhellpress.com.br

Sobre Rock Gaúcho 13559 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!