Testament e Cannibal Corpse se apresentam no Opinião

Com o status de grandes potências do metal extremo mundial, o Testament e o Cannibal Corpse irão se apresentar juntos no Opinião, no dia 17 de novembro. As bandas, que somam mais de 50 anos de história, 20 discos e milhões de fãs espalhados pelos quatro cantos do mundo, estarão aqui para mostrar os seus trabalhos de estúdio mais recentes. Liderado pelo vocalista Chuck Billy e comemorando a volta do renomado baixista Steve DiGiorgio, o Testament aproveitará o seu retorno a Porto Alegre para executar as faixas de “Dark Roots of Earth”, pela primeira vez na capital gaúcha, e todas as composições que viraram verdadeiros hinos do thrash metal, como “Disciples of the Watch”, “The New Order” e “Practice What You Preach”. Além disso, os veteranos do Cannibal Corpse também subirão ao nosso palco para uma performance brutal, destruidora e com destaque para as faixas de “A Skeletal Domain”, álbum lançado em meados do ano passado. Para quem gosta de som pesado, a oportunidade de conferir as lendas do gênero vai ser única e em dose dupla.

TESTAMENT

Evocando imagens de uma paisagem pós-apocalíptica ou exaltando as virtudes do poder supremo da natureza, o Testament chegou ao seu décimo trabalho de estúdio, chamado “Darks Roots of Earth”, em 2012. O quinteto da Bay Area de São Francisco, sempre apontado como um dos nomes mais expressivos do thrash metal mundial, conseguiu gravar o seu disco mais completo, maduro e intenso nesses 25 anos de carreira. Chuck Billy (vocal), Eric Peterson (guitarra), Alex Skolnick (guitarra), Steve DiGiorgio (baixo) e Gene Hoglan (bateria), que estão na estrada desde então, seguem mais afiados e agressivos do que nunca.

Inspirado nas profecias do calendário maia e nas teorias sobre o fim do mundo, o último disco do Testament parece retomar o que a banda tinha de mais brutal no começo da sua carreira. “The Legacy” (1987), “The New Order” (1988) e “Practice What You Preach” (1989) são algumas das fontes de inspiração que o grupo insiste em utilizar até hoje, mas sem abrir mão de um instrumental complexo e extremamente elaborado, algo obrigatório no som do quinteto desde “The Formation of Damnation” (2008).

Enquanto que a banda prepara o sucessor de “Dark Roots of Earth”, o ao vivo “Dark Roots of Thrash”, gravado em 2013 em Nova York, é que melhor evidencia a boa forma do Testmanet às vésperas de mais uma turnê pela América Latina, por onde a banda passou pela última vez em 2013. Além de Porto Alegre, cidade que terá a honra de abrir a tour, o grupo passará também por Curitiba, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Santiago, Lima e Bogotá, sempre executando os seus grandes clássicos, como “The Haunting”, “Disciples of the Watch” e “Burnt Offerings”.

CANNIBAL CORPSE

Dizer que o Cannibal Corpse é atualmente a maior banda de death metal do planeta, como fez a revista britânica Metal Hammer em 2009, não é tão exagero assim. Basta olhar para trás e rever tudo o que o grupo conquistou, apoiados em vários discos que se tornaram clássicos do gênero, como “Tomb of the Mutilated” (1992), “The Bleeding” (1994) e “Gore Obsessed” (2002). Só nos últimos cinco anos, o Cannibal Corpose lançou outros três álbuns – o mais recente se chama “A Skeletal Domain” (2014) – e colheu elogios rasgados dos fãs e da imprensa especializada.

Com um total de vendas acumuladas que alcançam um nível raramente visto na música extrema, George “Corpsegrinder” Fisher (vocal), Rob Barrett (guitarra), Pat O’Brien (guitarra), Alex Webster (baixo) e Paul Mazurkiewicz (bateria), todos oriundos de Nova York, continuam a crescer a olhos vistos e a contrariar o declínio da indústria fonográfica. Em 2006, “Kill” estreou na posição número 170 do Top 200 da Billboard e, três anos depois, “Evisceration Plague” entrou direto na 66ª colocação. É impossível prever se essa tendência vai se manter, mas ouvindo o 13º registro de estúdio da banda, parece que o Cannibal Corpse tem um plano bem inteligente para continuar: um death metal hiper-brutal.

TESTAMENT & CANNIBAL CORPSE
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 17 de novembro, quarta-feira, a partir das 21h
Abertura da casa: 18h
Classificação: 16 anos

Ingressos:
Lote Promocional: R$ 150 (Este é um valor reduzido, por meio de promoção. Disponível por tempo limitado. Este ingresso pode ser utilizado por qualquer pessoa)
Inteira: R$ 240
Meia-entrada: R$ 120
No local: a definir

– Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência): Youcom Bourbon Wallig

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 3 de taxa de conveniência):
– Youcom Shopping Praia de Belas, Bourbon Ipiranga, Barra Shopping Sul e Bourbon Novo Hamburgo
– Multisom Andradas 1001, Canoas Shopping e Bourbon São Leopoldo
– Online: www.minhaentrada.com.br/opiniao

Informações:
www.opiniao.com.br
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!