Todos Gostamos de Você marca o início de uma nova fase para Rod Krieger

Rod Krieger / Marina Abadjieff

Morando em Portugal desde o início do ano, o multi instrumentista Rodolfo Krieger, lança o seu primeiro single depois de ter sido baixista por 15 anos da banda gaúcha, Cachorro Grande. Todos Gostamos de Você é uma mistura de referências da música indiana com a raíz mod do artista e estará no álbum A Elasticidade do Tempo , que será lançado em Março. Tocando guitarra, posto que ocupava na banda Os Efervescentes, no começo dos anos 00, ele montou a banda The Telepathic Owls para acompanhá-lo nos shows do disco e promove ensaio aberto na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, dias 20 e 27 de novembro.

Todos Gostamos de Você foi uma das primeiras composições com referências da música indiana que Rod fez para o álbum e levou um longo tempo até ser finalizada. “Essa canção não foi daquelas que saíram na hora, teve um processo um pouco mais demorado, fui lapidando durante quase um ano até chegar na versão oficial”, comenta. Durante este período, Rod se mudou de São Paulo, onde viveu por 12 anos, para o Guarujá. “Eu estava vivendo um período de transição não só mental como físico. Era o final da minha residência em São Paulo, em um período pré litoral. Nesse momento eu estava estudando sitar e posso afirmar que essa foi uma das primeiras músicas que escrevi para o álbum com influência indiana”.

Gravada e mixada no estúdio Canto da Coruja (Piracaia/SP) por Ricardo Prado, que assina a co-produção do álbum ao lado de Rod, a canção fala sobre meditação, “que eu estava fazendo frequentemente na época em que escrevi”, lembra. “Ela é uma espécie de mensagem do nosso interior para o corpo que habitamos, um incentivo para aguentarmos as pressões do mundo real”, resume o compositor.

Ensaio aberto

Rod Krieger montou a banda The Telepathic Owls, que vai acompanhá-lo nos concertos de sua nova fase. E, pra já dar um gostinho do que vem por aí, ele fará uma espécie de ensaio aberto na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, dias 20 e 27 de novembro.

As apresentações serão um laboratório para o que virá a ser o show oficial do disco que Rod irá lançar ano que vem – no palco, o artista vai experimentar diferentes versões das músicas, aprimorar arranjos, inventar novas possibilidades e contar um pouco como foi o processo de criação das canções.

A capa do single é da fotógrafa e artista visual brasileira Marina Abadjieff, que também está morando na capital portuguesa. A estética de colagem de fotos produzidas por Marina segue a do primeiro single solo que Rod lançou, em Abril do ano passado, Louvado Seja Deus , que conta com a participação do grande mestre da psicodelia brasileira, o ex-Mutante, Arnaldo Baptista. “Vamos trabalhar com essa estética de colagem para as capas dos singles e do álbum. Quis trazer uma dimensão de libertação, mas também de julgamento, dois sentimentos que ele me revelou ter sentido na época da composição da música”, resume Marina.

FICHA TÉCNICA
Produção musical: Rod Krieger e Ricardo Prado
Gravação e mixagem por Ricardo Prado no estúdio Canto da Coruja
Masterização: Rob Grant no Poons Head Studios
Todos os instrumentos foram gravados por Rodolfo Krieger, exceto:
Bateria: Pedro Leo
Sitar: Fábio Kidesh
Tabla: Ricardo Ramesh

SERVIÇO
Rod Krieger and The Telepathic Owls
Datas: 20 e 27 de novembro
Local: Fábrica Braço de Prata
Horário: 22h
Entrada: 4€

SOBRE ROD KRIEGER

Radicado em Lisboa desde o início de 2019, no Brasil Rod Krieger foi baixista durante 15 anos na banda Cachorro Grande, com a qual gravou cinco discos de estúdio e um DVD ao vivo, além de ter percorrido as principais cidades do país com uma intensa agenda de shows.

Além disso, devido a uma performance explosiva nos palcos, a Cachorro Grande conquistou o prêmio de melhor show na extinta premiação Video Music Brasil , da MTV, e ao longo dos anos, dividiu o palco com bandas como Oasis, Supergrass, Primal Scream, Iggy Pop, Aerosmith e abriu o show dos Rolling Stones em Porto Alegre durante a turnê Olé, em 2016.

Reconhecida como um dos principais nomes do rock brasileiro, a Cachorro Grande participou também de dois reality shows, Família MTV e MTV Procura, além de ter sido jurada no Breakout Brasil, programa do canal Sony. E do álbum Costa do Marfim (2014), a faixa Como Era Bom foi selecionada para a novela global Malhação.

Em 2018, a banda lançou um disco ao vivo com a participação de Samuel Rosa (Skank) e no final do ano, eles anunciaram o fim do grupo.

Neste período, Rod trocou cartas com seu grande ídolo, Arnaldo Baptista, com quem nutriu uma verdadeira amizade. Foi aí que o músico criou um projeto de homenagem a Arnaldo, que contou com o próprio na primeira fila na estreia que aconteceu no Teatro da CAIXA Cultural, em São Paulo, em 2018. O projeto já reuniu nomes como Karina Buhr, Thunderbird, Tatá Aeroplano, Hélio Flanders, Charly Coombes (ex-Supergrass que mora no Brasil), entre outros.

Sobre Rock Gaúcho 2437 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.