Trajetória do Bar Ocidente é tema de série de ficção

Encravado no Bom Fim desde 1980, o Bar Ocidente consolidou-se como uma referência cultural de Porto Alegre: reuniu punks, gays e hippies, viu nascer bandas fundamentais como Graforréia Xilarmônica  e Os Cascavelletes e serviu de palco para teatro, cinema e até desfiles de moda.

É essa a trajetória que os diretores Carlos Gerbase, Fabiano de Souza, Bruno Polidoro e João Gabriel de Queiroz têm a missão de contar na minissérie Ocidentes, com estreia prevista para 2014, na TVE.

– Queremos retratar a história da cidade e de uma sociedade por meio de seus hábitos noturnos, e o Ocidente é perfeito porque é um lugar mítico, que atravessou muitas gerações e sempre aglutinou tribos – diz Souza, diretor-geral da série.

Com orçamento de R$ 200 mil, o projeto da Rainer Cine, dirigida por Souza, venceu edital de financiamento do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), do governo do Estado, para produções audiovisuais. Serão quatro episódios – três para cada década de história do Ocidente, e o último sobre o futuro do bar. Não resultará em um documentário, mas em um trabalho que contará visualmente o que se sentiu naqueles momentos, diz Souza.

Zero Hora acompanhou, na semana passada, a filmagem do primeiro capítulo, referente à década de 1980. Dirigido por Carlos Gerbase, As Bateristas acompanha uma banda só de meninas. Baterista (e, depois, vocalista) de uma das bandas seminais do punk rock gaúcho, Os Replicantes, Gerbase conta que muitas das situações retratadas são memórias suas ou de companheiros de festa de 30 anos atrás.

– O primeiro show dos Replicantes, em maio de 1984, foi aqui. Ninguém sabia bem o que era punk rock, então começaram a atirar ovos. O bar é importante para a história da banda – conta Gerbase.

Uma das preocupações da produção é ser fiel às mudanças que ocorreram no Ocidente em seus mais de 30 anos. Desde a fachada do prédio, pintada de amarelo, sua cor original, à iluminação precária, todos os detalhes foram observados. Se no primeiro episódio praticamente só o salão principal é filmado, nos últimos há cenas no fumódromo e no corredor lateral, obras mais recentes. Para não haver imprecisões, a consultoria artística é de Fiapo Barth, diretor de arte e dono do bar:

– A maneira como montaram foi impressionante. Retrata perfeitamente o espírito de cada época.

Nesta semana, está sendo filmado o episódio dos anos 1990, de Fabiano de Souza. A produção busca figurantes para as próximas filmagens. Interessados devem enviar e-mail para [email protected] .

Veja os bastidores da gravação do primeiro episódio:

Os episódios:

As Bateristas, de Carlos Gerbase
– Lembra a primeira década do Ocidente, nos anos 1980, acompanhando uma banda de meninas.

A Última Festa do Século, de Fabiano de Souza
– No episódio referente à década de 1990, quando o bar passou dois anos fechado, o protagonista lembra de três aniversários que comemorou no bar.

5 Cigarros e um Beijo, de Bruno Polidoro
– Se passa em 2007, praticamente só na área de fumantes do Ocidente. Um jovem se sente solitário em meio a tantos tipos que passam pelo local.

Aurora, de João Gabriel de Queiroz
– Três amigos se encontram na pista de dança do Ocidente no último capítulo, que tenta prever o futuro do bar, na década de 2010.

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!