Trident negocia vinda do Foo Fighters para o Brasil

Em fevereiro, divulgamos a possibilidade do Foo Fighters tocar no Brasil (inclusive em Porto Alegre). Desde lá, poucas foram as novidades e as informações sobre se o show sairia ou não. Agora as chances da banda vir para o Brasil aumentaram, com a torcida e a presença da Kraft Foods (dona de Trident, famosa goma de mascar), que no ano de 2011 patrocinou diversos festivais como o Rock in Rio, Creamfield, show do U2 e Pearl Jam.

A marca Trident se junta à grande torcida que existe especialmente nas redes sociais para que a banda Foo Fighters se apresente no Brasil, de preferência neste ano. Em entrevista à TV Meio & Mensagem, Vinícius Germano, gerente de marcas da Kraft Foods (dona de Trident), comentava o apoio da marca a eventos de música, um dos pontos de paixão de seu público-alvo, os jovens. Ao enumerar os festivais e shows que ganharam patrocínio de Trident, um deles chamou atenção e se espalhou pela web. Exatamente o apoio à vinda do Foo Fighters, até o momento uma incerteza, ainda que diversas pessoas tenham manifestado pela web o desejo de vê-los por aqui – a ponto de o próprio Dave Grohl, o vocalista, fazer menções ao afã brasileiro.

Na declaração de Germano, a frase que provocou barulho é a seguinte: “durante o ano de 2011, Trident patrocinou diversos festivais como o Rock in Rio, Creamfield, show do U2, show do Foo Fighters, que vai acontecer agora, Pearl Jam… Ou seja, diversos shows musicais, que é onde nosso consumidor vai. E o Planeta Terra não podia ficar fora dessa.”

Fã do Foo Fighters, Germano se deixou envolver pelo entusiasmo que a banda vem causando por aqui. “Nós queremos o Foo Fighters também”, respondeu ao Meio & Mensagem. Afirmou que torce para que o grupo venha mesmo. E mais não disse. A empresa preparou uma resposta: “Assim como milhares de fãs, Trident, marca da Kraft Foods Brasil, também quer muito o Foo Fighters no Brasil e confirma que, juntamente com outros parceiros, está negociando a vinda do grupo norte-americano ao país.”

A repercussão dessa declaração à TV Meio & Mensagem dá mostras de como é imensa a ansiedade pela confirmação do show. E sugere que as marcas que conquistarem um espaço de patrocínio na apresentação – e ajudarem, com isso, a trazer os músicos – podem faturar pontos valiosos na percepção dos fãs.

Mas há uma iniciativa correndo no Facebook – e que tem até um site exclusivo – que procura trazer a banda independentemente do patrocínio de marcas. É o movimento Foo Fighters 50 Pila. Como descrito no perfil criado na rede, trata-se de uma mobilização para atrair um grande número de adeptos que garantam um custo baixo para os ingressos. O show seria completamente financiado pelos fãs.

De acordo com o perfil no Facebook do Foo Fighters 50 Pila – ou FF50Pila –, o projeto nasceu de iniciativas quase simultâneas dos publicitários Rafael Ziggy e Bruno Mendonça. O primeiro criou um evento fictício na rede. O segundo buscou o contato para banda para falar sobre um show via crowdfunding. O FF50pila conta com o site http://heyfoofighters.co, que “funciona como uma carta aberta à banda”.

Se os músicos concordarem, os idealizadores irão “atrás do que for preciso para tornar realidade uma ideia até então improvável.” O movimento tem Twitter (twitter.com/ff50pila), Facebook (facebook.com/ff50pila) e hashtag (ff50pila). Agora é esperar.

Qual músico ou banda gaúcha poderia abrir o show do Foo Fighters em Porto Alegre? Comente aqui!

Sobre Rock Gaúcho 13768 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!