Wander Wildner coloca novo álbum para audição no MySpace

Wander Wildner está lançando Caminando y Cantando, seu sexto álbum de estúdio. Inspirado na sua recente andança por Buenos Aires, Montevideo e Berlin, o novo disco tem característica folk e deixa claro as influencias setentistas que Wander carrega desde sua adolescência. Caminando y Cantando, que enfatiza a faceta intérprete do menestrel punkbrega, foi gravado em Porto Alegre por Thomas Dreher e finalizado no Rio de Janeiro por Alvaro Alencar e Fabiano Estevao. Teve participação dos músicos Jimi Joe, Arthur de Faria, Mauricio Chaise, Marcelo Scherer, Georgia Branco e Pitchu Ferraz, que acompanham Wander nos shows. Contou também com a presença do produtor Flu, do musico uruguaio Santiago Guidotti, Desirre Marante do coletivo Os Massa, William Dalton do grupo Os Daltons, Guri Assis Brasil e Guilherme Almeida da banda Pública e Pedro Petracco do Cartolas. O disco é uma produção e lançamento do selo Fora da Lei com distribuição nacional da Unimar Music, e chega nas lojas em dezembro com capa assinada pelo artista gráfico Koostella e ilustração de Eloar Guazelli no encarte. As musicas estão disponíveis para audição no site www.myspace.com/wanderwildner.

Faixa a faixa:
1- As Coisa Mudam, composta por Wander, introduz a caminhada, inspirada no filme O Pequeno Grande Homem, com Dustin Hoffman.
2- Dani, versão para um dos clássicos do primeiro disco de Jimi Joe.
3- Boas Noticias, do musico catarinense Gustavo Kaly, autor de Um Bom Motivo, gravada por Wander no disco anterior.
4- A Palo Seco, de Belchior, clássica canção dos anos 70.
5- A Razão do Meu Viver, romântica até os ossos, foi um presente de autoria de Sergio Luffing.
6- Puertas y Puertos, parceria com o musico uruguaio Santiago Guidotti, da banda Sonido Top.
7- Amor e Morte, uma nova roupagem para esse classico do gaucho Julio Reny.
8- Viajei de Trem, de Sergio Sampaio, outra pérola dos anos 70.
9- Pra Ti Juana, de Marcelo Guimarães, musico gaucho da banda Robo Gigante, uma festa de fronteira produzida por Flu.
10- Clo, de Toninho e Diniz, gravada nos anos 70 pelos Almondegas, grupo folk portoalegrense.
11- Calles de Buenos Aires, um tango punk abolerado, parceria com Arthur de Faria e Jimi Joe.

Sobre Rock Gaúcho 13380 Artigos
O portal Rock Gaúcho está há 15 anos levando o que há de melhor do rock feito no sul do Brasil para todo o mundo através da Web! Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que acontece por aqui!